Sobe para 78 o número de mortos em deslizamentos de terra após tempestade no Brasil

Escrito por Diarly Rodriguez e David Beller

16 de fevereiro de 2022 GMT

Petrópolis, Brasil (AFP) – O número de mortos pelos deslizamentos de terra e inundações devastadoras que atingiram uma região serrana do estado do Rio de Janeiro chegou a 78, disse o governador do estado, Claudio Castro, na tarde de quarta-feira.

A cidade de Petrópolis sofreu um dilúvio na terça-feira, e Castro disse que quase 400 pessoas ficaram desabrigadas. Ao longo do dia, pesquisadores saíram dos destroços e 21 pessoas foram retiradas vivas.

Civis se juntaram ao esforço oficial de recuperação. Entre eles estava Priscilla Nieves e seus irmãos, que procuraram na lama algum sinal de seus pais desaparecidos, mas não encontraram nada além de roupas. Neves disse à Associated Press que havia perdido a esperança de encontrar seus pais vivos.

Roslyn Virgilio, 49 anos, chorava lembrando-se dos apelos desesperados de alguém que ela não conseguiu salvar.

Havia uma mulher gritando: ‘Ajude-me! Tire-me daqui!’ Mas não podíamos fazer nada. “A água estava fluindo, a lama estava jorrando”, disse Virgilio à Associated Press. “Infelizmente, nossa cidade acabou.”

Petrópolis é uma cidade de influência alemã que leva o nome de um ex-imperador brasileiro. Aninhado nas montanhas acima da capital costeira, é um refúgio há quase dois séculos para pessoas que fogem do calor do verão e turistas ansiosos para explorar a chamada “Cidade Imperial”.

Petrópolis foi uma das primeiras cidades planejadas do país e possui casas senhoriais ao longo de seus cursos d’água. Mas sua população cresceu ao acaso, e as montanhas de escalada agora estão cobertas de pequenas habitações amontoadas. Muitos estão localizados em áreas inadequadas para estruturas e estão se tornando mais vulneráveis ​​ao desmatamento e drenagem inadequada.

READ  Batman de Ben Affleck ganha uma nova motocicleta e terno

A região montanhosa atingida testemunhou desastres semelhantes nas últimas décadas, entre eles um desastre que causou mais de 900 mortes. Nos anos que se seguiram, Petrópolis introduziu um plano para reduzir os riscos de deslizamento de terra, mas o negócio progrediu lentamente.

Cobertura total: Fotografia

O governador disse anteriormente a repórteres que a situação era “quase de guerra” e que ele estava mobilizando todo o equipamento pesado para o governo do estado ajudar a escavar a área enterrada.

O corpo de bombeiros do estado disse na terça-feira que a área recebeu 25,8 centímetros (pouco mais de 10 polegadas) de chuva em três horas na terça-feira – aproximadamente tanto quanto nos 30 dias anteriores combinados. A Defesa Civil de Petrópolis disse que chuvas moderadas são esperadas na tarde e noite desta quarta-feira.

Um vídeo postado nas redes sociais nesta terça-feira mostrou carros e casas passando por deslizamentos de terra e água jorrando por Petrópolis e bairros próximos. Na quarta-feira, casas foram soterradas pela lama, enquanto eletrodomésticos e carros se acumulavam nas ruas, onde foram arrastados na noite anterior. Algumas pessoas tentaram escapar das perigosas encostas.

“Os vizinhos vieram correndo e eu lhes dei abrigo”, lembra Emerson Tory, 39 anos, dono de um bar.

Mas sob torrentes de água o telhado de sua casa desabou. Ele conseguiu tirar sua mãe e outras três pessoas da taverna a tempo, mas um vizinho e a filha da pessoa não conseguiram escapar.

“Foi como uma avalanche, todos caíram de uma vez”, disse Tori à Associated Press enquanto os helicópteros de resgate sobrevoavam o céu. “Todo vizinho perdeu um ente querido, dois, três, quatro membros da mesma família, crianças”.

A Câmara Municipal de Petrópolis decretou três dias de luto. O presidente brasileiro Jair Bolsonaro expressou solidariedade durante uma viagem à Rússia, assim como seu colega Vladimir Putin.

READ  Banco do Brasil SA divulga o resultado da licitação antecipada da OPA, até o limite total da oferta, de 3,875% dos títulos prioritários com vencimento em 2022, 4,875% dos títulos quirografários com vencimento em 2023 e 4,750% dos títulos prioritários quirografários com vencimento em 2024, a Cada processo emitido pelo Banco do Brasil SA, por meio da agência Grand Cayman

“Deus abençoe seus familiares”, disse Bolsonaro na quarta-feira em entrevista coletiva em Moscou.

O Sudeste do Brasil tem sido castigado por chuvas torrenciais desde o início do ano, com mais de 40 mortes em acidentes registrados em Minas Gerais no início de janeiro. e o estado de São Paulo no final daquele mês.

___

O jornalista da AP Diarley Rodriguez relatou esta história em Petrópolis e o escritor da AP David Bailer do Rio de Janeiro. A autora Diane Janet, do Rio de Janeiro, contribuiu para este relatório.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.