Primeira empresa estatal do Brasil a ser privatizada

A primeira empresa estatal brasileira a ser privatizada por meio de uma oferta de ações

A paranaense Coppel foi privatizada esta semana, levantando R$ 5,2 bilhões (US$ 1,06 bilhão) na bolsa brasileira. Foi a segunda maior oferta de ações do Brasil no ano, atrás apenas de uma oferta subsequente de R$ 5,4 bilhões da BRF, maior exportadora mundial de aves.

por que isso Importa. O governo do estado detém 31 por cento da empresa. Após as ofertas primária e secundária, sua participação foi reduzida para 15,6%. Ao fazê-lo, a empresa tornou-se uma corporação e há uma tendência de mais empresas estatais brasileiras usarem a bolsa de valores como um caminho para a privatização.

Pelos números. A Coppel é responsável pela distribuição de energia no estado do Paraná. A empresa opera mais de 200.000 quilômetros de redes de distribuição e atende quase todo o país. Atende a mais de 4,9 milhões de unidades consumidoras em 395 municípios.

Parecidos, mas não iguais. O acompanhamento da Koppel foi semelhante ao da Eletrobras em muitos aspectos. A maior empresa de energia da América Latina foi privatizada há mais de um ano com uma oferta de R$ 30 bilhões que incluiu uma injeção de capital liderada pela própria Eletrobras e novas ações emitidas. Como o governo federal não estava envolvido na licitação, sua participação era…

READ  O programa Jobecam do Brasil recebe apoio do BID e aproveita a inteligência artificial para reduzir o viés de contratação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *