Governo brasileiro revisa projeções orçamentárias em meio a forte arrecadação de impostos, dizem fontes

BRASÍLIA (Reuters) – O governo brasileiro está recalculando sua projeção para o saldo orçamentário primário para 2022 devido a um aumento na arrecadação tributária prevista, disseram à Reuters na sexta-feira duas fontes familiarizadas com o assunto.

O Ministério da Economia previa em outubro que o governo teria déficit primário igual a 1,5% do PIB em 2022. Os novos cálculos indicam que o governo vai, de fato, registrar um déficit primário de 0,4% do PIB, equivalente a 42 bilhões. As fontes, que pediram anonimato para discutir assuntos internos do ministério, disseram que o rial (US $ 7,43 bilhões).

As fontes acrescentaram que, de acordo com os novos cálculos, a arrecadação tributária deve superar os gastos adicionais que o governo terá com a alteração do teto de gastos constitucionais do país nesta semana.

Registre-se agora para obter acesso gratuito e ilimitado a reuters.com

Na quinta-feira, o Senado brasileiro aprovou uma emenda constitucional proposta pelo governo do presidente Jair Bolsonaro, que permitiria mais gastos com previdência social em 2022. Leia mais

As fontes disseram que o governo tem publicado números muito fortes sobre a receita tributária nos últimos meses, uma tendência que as autoridades esperam que continue.

Eles acrescentaram que a atual previsão do governo de um déficit primário em 2021 igual a 1,1% do PIB pode ser significativamente revisada devido aos fortes números fiscais.

O Ministério da Economia do Brasil não quis comentar quando questionado sobre as revisões das previsões na noite de sexta-feira.

(1 dólar = 5,65 riais)

Registre-se agora para obter acesso gratuito e ilimitado a reuters.com

(Relata Bernardo Kram). Escrito por Gram Slattery, editado por Alistair Bell

READ  Mercados emergentes - Os mercados de câmbio latino-americanos foram abalados pelos temores do Fed, levando a um aumento nos casos de coronavírus

Nossos critérios: Princípios de confiança da Thomson Reuters.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.