Atualização 1- Taxa de desemprego no Brasil caiu para 8,3% no trimestre encerrado em maio

(adiciona detalhes, contexto, cotação econômica, gráfico)

SÃO PAULO (Reuters) – A taxa de desemprego no Brasil caiu pelo terceiro trimestre consecutivo nos três meses até maio, destacando a força do mercado de trabalho na maior economia da América Latina, apesar das taxas de juros mais altas.

A agência de estatísticas IBGE disse na sexta-feira que a taxa de desemprego no Brasil atingiu 8,3% no trimestre encerrado em maio, em linha com as expectativas do mercado e abaixo dos 8,5% no trimestre consecutivo anterior.

Foi a menor para o trimestre de maio desde 2015, quando o número de desempregados somou 8,95 milhões, conforme o IBGE informou que o número de brasileiros em busca ativa de emprego caiu.

“O mercado de trabalho do Brasil continua forte, apesar das condições financeiras mais apertadas e da redução da demanda externa”, disse Andres Abadia, economista-chefe para a América Latina da Pantheon, em nota aos clientes.

“Os principais indicadores são de que permanecerá próximo ao nível atual pelos próximos três a seis meses, assumindo uma redução nas taxas de juros nas próximas reuniões, como esperamos.”

A taxa básica de juros do Brasil está atualmente em 13,75%, a maior alta em seis anos, mas o banco central deixou a porta aberta para um corte nas taxas uma vez que agosto depende de um cenário de inflação mais moderado.

(Reportagem de Gabriel Araujo e Camila Moreira)

READ  Pelo menos sete pessoas morreram após pedras atingirem barcos turísticos no Brasil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *