Portugal Home Week abre com funcionários focados no crescimento internacional contínuo

PORTO, Portugal – Com a retoma dos mercados e feiras internacionais em todo o mundo, os fabricantes portugueses de mobiliário doméstico apresentam aqui os seus produtos aos compradores como uma segunda edição do seu Semana do regresso a casa em Portugal Foi inaugurado na terça-feira. Veja também: Cenas da Semana da Pátria em Portugal

de acordo com APIMA Oficialmente, Portugal vive um crescimento contínuo na exportação de produtos de mobiliário doméstico, uma trajetória ascendente com grande potencial para 2022 e além.

O crescimento ascendente do mobiliário doméstico

As exportações portuguesas de mobiliário, mobiliário, assentos e outras atividades complementares cresceram 6% no primeiro trimestre do ano, face a 2021, atingindo cerca de 500 milhões de euros, apesar das fortes condições sociais e políticas que afetam a Europa e o mundo, com destaque para Gualter Morgado disse CEO da APIMA: “O Valor Único do Setor de Casas Português”.

Acrescentou: “O bloco registou um aumento contínuo em valores mensais, atingindo 155 milhões de euros em janeiro, 160 milhões de euros em fevereiro e 169 milhões de euros em março, e desempenho positivo em nove dos seus dez principais mercados, face a 2020”.

Morgado indicou que a França é o principal importador de produtos portugueses com uma quota de cerca de 35%, seguida de Espanha e Estados Unidos com uma variação anual superior a 30%, Alemanha (10%) e Reino Unido (19%). .

Home Pro Trips leva compradores a fabricantes

A Portugal Home Week combina feiras tradicionais, seminários, networking e encontros locais com fabricantes de mobiliário doméstico. A iniciativa “Home Pro Trips” na Portugal Home Week permite aos compradores agendar visitas às instalações da empresa para conhecer as instalações fabris, conhecer designers e observar em primeira mão o processo de produção.

READ  Resultados do 4T20: Telefônica Brasil SA

“Um dos principais objetivos da Portugal Home Week é conectar os visitantes diretamente com as empresas expositoras, que estão localizadas perto da cidade do Porto”, disse Morgado. “Em vez de mostrar apenas uma pequena parte de seu portfólio no Home Show, as empresas podem mostrar toda a sua oferta para compradores, finalistas e tomadores de decisão de todo o mundo, bem na porta de sua casa, para ver o que eles têm. oferecer ao mundo”.

Morgado disse que o PIB de Portugal cresceu 4,9% em 2021, em grande parte devido ao consumo interno, referindo-se a dados do Instituto Nacional de Estatística. Ele observou que a demanda doméstica cresceu 5% em 2021 e o consumo privado cresceu 4,4%, recuperando-se de uma queda de 7,1% em 2022.

“Atualmente, o foco está em promover as empresas e marcas portuguesas em todo o mundo como uma frente comum e integrada, aumentando a sua influência nos mercados tradicionais e entrando em novas geografias”, disse Morgado. “Fizemos isso com a marca “Made In Portugal Naturally”, que já é famosa em muitos países.

“As estratégias aplicadas vão desde a participação nos mais prestigiados eventos internacionais, como o Salone del Mobile, até à organização de eventos como o Portugal Home Week para trazer o mundo para a esfera de influência das empresas do grupo”, continuou. “Incentivamos também redes integradas e canais de comunicação que permitirão que as empresas cresçam e se estabeleçam internacionalmente como referência no setor”.

mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.