Portugal aplica uma “taxa de carbono” aos passageiros

A Autoridade Nacional de Aviação Civil de Portugal (ANAC nas suas iniciais em espanhol) confirmou na semana passada que, desde 1 de julho de 2021, a emissão de bilhetes para o transporte aéreo comercial de passageiros que partem de aeroportos e aeroportos localizados em território português está sujeita ao imposto sobre o carbono. pelas emissões poluentes do setor e outros impactos ambientais negativos.

Este preço está estipulado na Portaria n.º 38/2021, emitida em 16 de fevereiro, que impõe taxas ao transporte aéreo de passageiros no valor fixo de € 2, cobradas pelas companhias aéreas que comercializam bilhete de transporte para a aviação comercial, sem prejuízo das isenções que estão legalmente previstos, de acordo com Conforme divulgado pela mídia associada a nós no Brasil, Aeroin.net.

O produto será entregue à Autoridade de Aviação Civil Portuguesa após o embarque do passageiro. As companhias aéreas podem consultar os termos de candidatura e procedimentos para o cumprimento de obrigações no site da entidade reguladora portuguesa.

O formulário de registo da companhia aérea e as respectivas instruções de preenchimento estão disponíveis em https://txcarbono.anac.pt a partir de 1 de julho de 2021. As empresas devem atualizar a informação para a ANAC portuguesa todos os meses até ao dia 5 do mês seguinte, relatório do mês anterior.

READ  Robert Allan projeta novas lanchas elétricas para hidrovias no Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *