“Não queremos acabar com a vida de ninguém.”

Um caso de assédio sexual envolvendo o ex-diretor de humor da Globo Marcius Melhem tem dominado redes sociais distância O artigo foi publicado na revista Piawi Hoje. Em uma entrevista ao vivo no TwitterMayra Cotta, advogada das vítimas, e Manuela Miklos, professora de ciência política, deixaram claro que não iniciaram o caso para destruir a reputação do ator e diretor.

“Não estamos andando por aí tentando acabar com a vida das pessoas. Ficamos convencidos da seriedade desse problema quando começamos a ouvir muitas mulheres e vimos muita correlação entre os problemas e a forma como agem. Estávamos convencidos da seriedade da personalidade sistêmica. Nesse caso”, relembra Mayra.

Manuella explica que nem todas as vítimas podem se sentir à vontade para denunciar e se expor após a violência. “Esses casos são sobre transcender planos, desejos e vontades. Vale a pena imaginar que, quando a vítima não quer falar, ela é temida e infundada. Ele geralmente está bem fundamentado no medo e eles percebem uma assimetria de poder. Eles são feridos novamente, acusados, E fiscalizá-los, com a mesma magnitude de violência que sofreram. O que podemos fazer é devolver o tempo que lhes foi roubado ”, afirma.

READ  10 dos melhores locais para visitar em Portugal, escolhidos a dedo pelos nossos leitores | Feriados em portugal

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *