Madeira é agora considerada de alto risco nos mapas de viagens da UE

Por TPN / Lusa, em Notícias, COVID-19, Turismo, Madeira e Açores 08-26-2021 16:49:00 0 Comentários

A Madeira é agora considerada de alto risco no que diz respeito ao estado epidemiológico do vírus COVID-19 nos mapas do Centro Europeu de Prevenção e Controlo de Doenças (ECDC), que se destina a ajudar na tomada de decisões de viagens na União Europeia ( EU).

O que era o único território de Portugal ainda na zona ‘laranja’, agora está coberto por ‘vermelho’ (que significa ‘alto risco’) nos mapas de indicadores agregados do ECDC, que cobrem as taxas de notificação de casos nos últimos 14 dias, o número de testes realizados e o total de positivos, que são atualizados semanalmente às quintas-feiras.

A categoria “vermelho” significa que, nessas regiões europeias, a taxa cumulativa de casos notificados nos últimos 14 dias é de 75 a 200 por 100.000 habitantes ou superior a 200 e inferior a 500 por 100.000 habitantes e a taxa de teste positivo é 4 por cento ou mais.

Anteriormente, a Madeira encontrava-se na classificação “laranja” (a categoria refere-se a áreas onde a taxa de notificação de novas infecções foi de 50 a 75 por 100.000 habitantes nos últimos 14 dias ou entre 75 e 200 por 100.000 habitantes e a taxa de positividade do teste é de 1 por cento ou 4 por cento ou mais, respectivamente), depois de atingir o “verde” (menos de 50 novos casos e uma taxa de positividade de menos de 4 por cento, ou menos de 75, mas uma taxa de positividade de menos de 1 por cento).

Em meados de Julho, Portugal Continental estava coberto “a vermelho” nestes mapas do ECDC, com excepção da Madeira e dos Açores, onde este último arquipélago passou dias depois para a categoria de “alto risco”. Em fevereiro, devido ao elevado número de infecções, Portugal encontrava-se na categoria “vermelho escuro” dos mapas do ECDC, que são utilizados para áreas onde o vírus se espalha em níveis muito elevados e o pior de tudo.

READ  Ronaldo, Fernandez, Cancelo: A profundidade da convocatória de Portugal para o Euro 2020 é muito boa

Estes mapas da Agência Europeia seguem o sistema de semáforos em torno da propagação do COVID-19 na União Europeia, começando pelo verde (situação favorável), passando pelo laranja, vermelho e vermelho escuro (o que significa que é uma situação muito perigosa). Atua como assistência aos Estados Membros no que diz respeito às restrições a serem aplicadas a viagens dentro da comunidade. Em meados de junho, o Conselho da União Europeia adotou uma recomendação para uma abordagem coordenada das viagens, propondo que a vacinação e as pessoas em recuperação de COVID-19 não fossem sujeitas a medidas restritivas, como quarentena ou testes.



Artigos relacionados


Tópicos interativos, envie-nos seus comentários / opiniões sobre este artigo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *