Lactalis compra ativos de leite brasileiro da Cativa | Notícias da Indústria Alimentar

Lactalis celebra contrato de fornecimento de leite com Cativa

A empresa francesa de laticínios Lactalis adquiriu os ativos da Cativa no Brasil e também assinou um contrato de fornecimento de leite de longo prazo com a cooperativa.

A Lactalis vai adquirir as unidades de processamento e armazéns da Cativa em Cerqueira César, no estado de São Paulo, e em Londrina e Pato Branco, ambos localizados no estado do Paraná.

Também fechou contrato de fornecimento de leite de dez anos com a Cativa, com opção de prorrogação do contrato por um contrato adicional, que forma uma parceria onde as empresas vão trabalhar juntas para desenvolver a indústria láctea regional. Nenhum termo financeiro foi divulgado para nenhuma das iniciativas.

“A cooperativa terá como foco o relacionamento com os produtores, na melhoria da qualidade do leite e no desenvolvimento do grupo, e alavancando a expertise da Lactalis no ramo de laticínios, que é uma empresa forte e confiável. Com quem construímos um relacionamento de confiança que queremos manter ao longo do tempo ”, disse Paulo Cesar Maciel, presidente da Cativa.

O novo negócio no Brasil para a Lactalis, que produz leite, nata, manteiga, queijo e laticínios sob marcas como Parmalat, Galbani e Président, depende da compra da empresa de lácteos Itambé Alimentos no país. Este negócio foi finalmente finalizado em 2019 após um longo processo legal que remonta a 2017 com o Grupo Lala no México, que alegou que o negócio violava um acordo de acionistas anterior.

Até setembro de 2017, a Itambé era propriedade da Cooperativa Central dos Produtores Rurais de Minas Gerais (CCPR) e da empresa brasileira de laticínios Vigor Alimentos. Porém, naquele mês, a Vigor foi vendida para a Lala e a CCPR exerceu a opção de compra das ações de sua sócia Itambé. O Lactalis foi então adquirido através da CCPR.

READ  Sica adquire fábrica de argamassas no Brasil

Lactalis disse que a parceria com a Cativa dá à empresa acesso ao Paraná, segundo maior produtor de leite do Brasil depois de Minas Gerais, onde ganhou presença por meio de um acordo CCPR.

“Por meio dessa parceria ganha-ganha, a Lactalis se beneficia da experiência cooperativa e da confiança de seus 4.000 produtores, aos quais trazemos nosso conhecimento da indústria e perspectivas para desenvolver sua produção”, acrescentou Patrick Sauvagot, chefe das operações da Lactalis na América Latina.

A Lactalis do Brasil, braço local do grupo francês, registrou no ano passado um volume de vendas de 9,8 bilhões de reais (1,7 bilhão de dólares) após processar 2,7 bilhões de litros de leite.

Enquanto isso, a Cativa registrou vendas de 1,1 bilhão de reais e volumes de 360 ​​milhões de litros. A cooperativa fabrica uma variedade de produtos lácteos, incluindo leite fresco e pasteurizado, leite em pó, bebidas lácteas aromatizadas, iogurte, manteiga e queijo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *