Horwen Brasil e CBMM colaboram para aplicação de baterias de Nióbio de ultra-alta velocidade em motocicletas elétricas



Ani |
Atualizada:
04 de abril de 2022 10:38 IST

São Paulo [Brazil]4 de abril (ANI/PRNewswire): Com o objetivo de ampliar o acesso à energia limpa e contribuir para a popularização da mobilidade elétrica no país, a Horwin Brasil, empresa de motocicletas elétricas, firmou parceria com a brasileira CBMM, maior especialista mundial em nióbio tecnologias.
O objetivo do acordo é usar uma bateria de íons de lítio com nióbio em veículos elétricos de duas rodas.
“A parceria com a Horwin Brasil é importante, pois acelera a aplicação de baterias recarregáveis ​​ultrarrápidas com Nióbio também em motocicletas”, afirma Rogério Marques Ribas, Gerente do Programa de Baterias da CBMM.
Segundo a CEO da Horwin Brasil, Pricilla Favero, este protótipo do projeto será apresentado no primeiro semestre de 2022. Será utilizado o protótipo da motocicleta Horwin CR6, que possui potência de 6200 W e até 150 quilômetros de autonomia. “Com a experiência e o pioneirismo da CBMM, além de nossa equipe altamente capacitada no desenvolvimento de novas soluções, a motocicleta com bateria Nióbio deverá estar disponível no mercado brasileiro já em 2024.
“Estamos trabalhando para que, em breve, qualquer pessoa possa utilizar uma motocicleta elétrica com carga super rápida de até dez minutos. Além dessa diferença de recarga, as baterias de Nióbio trazem benefícios significativos em termos de segurança e duração da bateria, pois permitem até 20.000 cargas dentro de uma faixa de Relativamente ampla, que por si só é o maior avanço para este setor nos últimos tempos”, continua Pricilla.
Ribas acrescenta que a tecnologia que será utilizada na bateria da motocicleta elétrica é resultado de mais de três anos de pesquisa e desenvolvimento em cooperação com a CBMM e a japonesa Toshiba.
O diretor da CBMM explica: “A utilização do óxido de nióbio no ânodo das baterias de íon-lítio oferece vantagens especiais a este componente. Por ser um elemento muito estável, permite operações mais seguras e eficientes. estrutura, que facilita a intercalação do lítio, permite a recarga. Cheia em menos de dez minutos, sem danificar a bateria.” baterias.”
A Toshiba Corporation explica: “A Toshiba está concentrando nossa atenção na possibilidade de usar dióxido de nióbio e titânio (NTO) como um material de ânodo de próxima geração que ajudará a aumentar a capacidade da bateria, mantendo as excelentes propriedades do dióxido de titânio e lítio tradicional (LTO). O material é SCiB™. Recursos do NTO Com uma densidade de volume teórica aproximadamente três vezes maior do que o LTO, proporcionando vantagens de LTO, como longa vida útil e carregamento rápido.”
cooperação

READ  Os Estados Unidos acusam a distribuidora de filmes de Hollywood de fraudar o fundo BlackRock

“A CBMM já trabalha com muitas empresas do setor automobilístico, tanto em estruturas de veículos quanto no desenvolvimento de aplicações de nióbio para mobilidade elétrica”, afirma Ribas. Um exemplo é a parceria com a Volkswagen Caminhoes e Onibus – VWCO. Anunciado em 2021, prevê a aplicação de baterias de Nióbio em veículos elétricos de grande porte, cujos testes terão início em 2023, na planta da VWCO, em Resende, no Rio de Janeiro, e posteriormente na planta industrial da CBMM em Araxá, Minas Gerais, ambas no brasil.
A Horwin Brasil faz parte do Grupo Horwin global, e hoje conta com mais de 700 distribuidores em todo o mundo, e exporta para mais de 60 países. O foco da Horwin sempre foi desenvolver uma motocicleta elétrica de alta potência com design, qualidade e tecnologia superiores. Todos os produtos Horwin refletem isso. No Brasil, já temos um centro de distribuição em Manaus e, até o final de 2022, todas as regiões do país terão um distribuidor/revendedor de heroína. Nós da Heroin Brasil, a partir do segundo semestre de 2024, usaremos essa nova tecnologia de bateria de nióbio em todas as nossas motocicletas, carregando em menos de dez minutos.
A CBMM é líder mundial na produção e comercialização de produtos de nióbio e está no mercado há mais de 60 anos. A CBMM está sediada no Brasil, com subsidiárias nos Estados Unidos, Holanda, Cingapura e Suíça, e escritórios de representação na China. A CBMM fabrica e fornece produtos de nióbio e desenvolve aplicações para os setores de infraestrutura, mobilidade, aeroespacial, saúde e energia.
A empresa tem mais de 400 clientes em 50 países. Seu modelo de negócios é pautado por uma forte governança corporativa e baseia-se na garantia de fornecimento e desenvolvimento de novas tecnologias em parceria com os mais renomados centros de pesquisa do mundo.
Saiba mais sobre as tecnologias de nióbio
Site: http://www.niobium.tech
LinkedIn: Niobium.tech
Instagram: @nióbio.tech
Twitter: Niobium_Nb
YouTube: Niobium.tech
Esta história foi fornecida pela PRNewswire. A ANI não se responsabiliza de forma alguma pelo conteúdo deste artigo. (Ani/PRNewswire)

READ  Brasil: Fortes chuvas e deslizamentos de terra matam dezenas em uma cidade montanhosa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.