Decreto do Royal Jordanian autorizando 10% do “público” no Maracanã

Decreto do Governador em exercício do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, autorizando a ocupação de 10% da capacidade total do estádio (78.838 pessoas) no Maracanã para a final da Copa do Mundo Libertadores 2020. A partida Palmeiras x Santos está marcada para 30 de janeiro. Lugar, colocar

O texto, que foi publicado no Diário Oficial da Jordânia hoje (22), indica que o evento não terá um público dirigido, mas “a presença de pessoas devidamente aprovadas pela entidade organizadora, incluindo membros da coordenação, organização, segurança e patrocínio do evento e entidades esportivas participantes do limite Máximo de 10% da capacidade do estádio – 7.800 pessoas liberadas.

Konmebol projeta 5.000 pessoas

A Conmebol, por sua vez, não pretende se aproximar. De acordo com informações preliminares, a Confederação Sul-Americana espera cerca de cinco mil pessoas participarem diretamente das finais no Maracanã – entre delegações de clubes, imprensa, convidados, patrocinadores, cartolas, funcionários e policiais.

Entre as regras para a permanência no playground: PCR com resultado negativo, checagem de temperatura, uso de máscara e observância dos limites de segurança no local. A CONMEBOL insiste que não permitirá que ninguém que não tenha sido testado em campo

Além dessas limitações, um dos objetivos do decreto é autorizar a única partida final da competição.

READ  Intermarine e SAL Heavy Lift dizem "Ola Brasil" e estabelecem novo escritório conjunto em São Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *