Bolsonaro demite presidente da Petrobras que alertou sobre crise do diesel

Bolsonaro também convocou a eleição de um novo conselho de administração, de acordo com um comunicado divulgado perto da meia-noite local desta segunda-feira pela estatal, abrindo caminho para uma completa reformulação da gestão executiva.

José Mauro Ferreira Coelho é o terceiro CEO da Petrobras a ser demitido por Bolsonaro por causa dos preços dos combustíveis. O presidente, que busca a reeleição em outubro, mas está atrás nas pesquisas, diz que a Petrobras deve usar seus lucros para baixar os preços dos combustíveis e ajudar a controlar a inflação.

Bolsonaro, que também demitiu o ministro da Energia no início deste ano, nomeou Cayo Mario Pais de Andrade para substituir Coelho.

A Petróleo Brasileiro, como a empresa é oficialmente conhecida, é controlada pelo governo pela maioria das ações com direito a voto, mesmo que investidores privados detenham mais de 60% da empresa.

O Brasil está entrando em uma importante janela para garantir o abastecimento de diesel, e o governo da Petrobras alertou o governo na semana passada que as bombas podem secar durante a principal safra de soja se a empresa não vender o combustível a preços de mercado, segundo quatro pessoas próximas às discussões. e um funcionário interno. Vista vista pela Reuters.

A Petrobras disse que a empresa e outros importadores terão dificuldades para garantir o diesel em meio à escassez de combustível mais grave em 14 anos, segundo as fontes.

Analistas, importadores privados e funcionários da agência reguladora de petróleo, a Agência Nacional de Energia (ANB), disseram ecoar essas preocupações, disseram pessoas familiarizadas com as negociações, que pediram anonimato para discutir a questão politicamente delicada.

A apresentação da Petrobras destacou o risco de desabastecimento no terceiro trimestre, quando a demanda por diesel aumentará sazonalmente no Brasil e nos Estados Unidos. O país sul-americano começou a exportar a maior safra de soja do mundo em agosto.

READ  Como o Big Brother Brasil despertou para se tornar um campo de batalha para a política de identidade

“Se não houver indicação de preços futuros no mercado, há risco físico de desabastecimento de diesel no pico de demanda durante a safra, afetando o PIB”, disse a Petrobras na apresentação intitulada “Combustível: Desafios e Soluções” e datada de maio para o Brasil. .” 2022.

A Petrobras não respondeu a um pedido de comentário.

O fornecimento de diesel tornou-se uma preocupação global desde que as sanções contra a Rússia reformularam o comércio de combustível e levaram os estoques internacionais a mínimos históricos. Os países importadores estão limitando o risco de aumento de custos e escassez de oferta, à medida que a indústria fecha as refinarias para reparos ou para reduzir as emissões de carbono.

As preocupações no Brasil sobre as importações de diesel no segundo semestre do ano aumentaram depois que as refinarias do Golfo dos EUA, seus principais fornecedores, começaram a redirecionar os embarques para a Europa, disseram duas fontes.

“Os estoques globais de diesel estão bem abaixo da média histórica”, disse a Petrobras na apresentação conjunta com o Ministério de Minas e Energia. “A Petrobras sozinha não pode resolver o aumento global dos preços da energia.”

O ministro da Energia, Adolfo Sachida, pediu na sexta-feira que analistas de petróleo perguntem sobre a escassez de diesel no segundo semestre do ano, disse uma pessoa diretamente envolvida no assunto. O ministério não respondeu a um pedido de comentário.

“Se a Petrobras parar de vender diesel a preços internacionais por mais de duas ou três semanas, há uma chance de as bombas secarem”, disse um executivo sênior de uma grande empresa de diesel.

Proposta de subsídio

Executivos da Petrobras, cujos regulamentos os impedem de vender combustível com prejuízo sem compensação, sugeriram na apresentação que o Brasil poderia cortar impostos ou subsidiar combustível aos consumidores, citando o exemplo de vários países da UE.

READ  Brasil x Argentina: FIFA “lamenta” as cenas de suspensão da partida

Os subsídios aos combustíveis custaram ao Brasil cerca de 7,5 bilhões de reais (US$ 1,6 bilhão) em 2018, quando o ex-presidente Michel Temer os aplicou por alguns meses para conter um protesto nacional de caminhoneiros.

O custo de um procedimento semelhante este ano pode ultrapassar 60 bilhões de riais, segundo estimativa de uma das pessoas próximas às discussões.

A invasão russa da Ucrânia elevou os preços do petróleo bruto ao seu nível mais alto em 14 anos. Este mês, uma escassez global levou os comerciantes de diesel a pagar um prêmio de mais de US$ 50 por barril.

No máximo, os estoques brasileiros de diesel podem cobrir cerca de um mês da demanda nacional. Segundo duas fontes, o abastecimento da Petrobras é cerca da metade de sua capacidade.

O Brasil registra embarques em junho para a colheita de soja em agosto e outubro, quando a maior parte do grão chega ao porto por meio de longas rotas de caminhões.

Uma fonte disse que a empresa começou a recorrer a provedores de serviços remotos na África Ocidental e na Índia. Mas enquanto o envio de diesel do Golfo leva de 2 a 3 semanas para chegar ao Brasil, o envio da Índia pode levar de 45 a 60 dias.

“Se as refinarias dos EUA forem danificadas durante a temporada de furacões, ou se qualquer outra coisa contribuir para apertar o mercado, podemos estar com problemas reais”, disse um executivo da Petrobras que pediu para não ser identificado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.