As ações globais caem e os rendimentos dos EUA aumentam à medida que os preços do petróleo atingem novos máximos

NOVA YORK (Reuters) – Os mercados de ações globais caíram, enquanto os rendimentos do Tesouro dos Estados Unidos subiram acentuadamente nesta terça-feira, com investidores avaliando as perspectivas de inflação mais alta após a proibição gradual das importações de petróleo russo pela União Europeia, que elevou os preços do petróleo a novos recordes.

Os líderes da União Européia concordaram em princípio em cortar 90% das importações de petróleo da Rússia, as sanções mais duras do bloco contra Moscou desde a invasão da Ucrânia em fevereiro. Consulte Mais informação

As novas sanções se aplicarão ao petróleo russo entregue por embarque e serão implementadas em fases ao longo de seis meses, com produtos refinados sendo implementados em oito meses. O embargo exclui o petróleo oleoduto da Rússia como concessão à Hungria.

Registre-se agora para obter acesso ilimitado e gratuito ao Reuters.com

Os preços do petróleo atingiram novos máximos na terça-feira após o anúncio da União Europeia, com o petróleo Brent de referência subindo 0,96%, para US$ 122,84 o barril, depois de subir anteriormente para US$ 124,64 – o nível mais alto desde 9 de março.

Mas os contratos de petróleo Brent para agosto fecharam em queda de 1,7%, a US$ 115,60 o barril, depois que surgiram notícias de que membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) estavam considerando suspender um acordo de produção com a Rússia.

O petróleo bruto dos EUA West Texas Intermediate (WTI) também caiu 0,06%, a US$ 115,02 o barril, revertendo os ganhos anteriores.

“A energia é o custo de entrada de basicamente tudo e os preços mais altos do petróleo estão prejudicando a inflação”, disse Thomas Hayes, diretor administrativo da Great Hill Capital.

READ  Líderes da Finlândia exigem adesão à OTAN 'sem demora'

Índice Mundial de Ações MSCI (.MIWD00000PUS), que mede os estoques em 50 países, caiu 0,61%. O índice pan-europeu Stoxx 600 caiu 0,72 por cento.

Os rendimentos do Tesouro dos EUA dispararam, com a maioria dos vencimentos atingindo a máxima de uma semana, já que os temores de inflação dominaram as negociações depois que a inflação da zona do euro atingiu um recorde este mês.

Os rendimentos do Tesouro também subiram, impulsionados em parte por comentários agressivos do presidente do Federal Reserve, Christopher Waller, na segunda-feira. Waller disse que está pedindo que uma alta de 50 pontos-base seja mantida na mesa até que cortes profundos na inflação sejam vistos, removendo as expectativas de que o Fed possa respirar depois dos aumentos em junho e julho. Consulte Mais informação

O rendimento dos títulos de referência de 10 anos subiu para 2,8622%.

Em Wall Street, os três índices fecharam em baixa, liderados pelos setores de saúde, tecnologia, energia e indústria. Dow Jones Industrial Average (.DJI) O S&P 500 caiu 0,67%, para 3.2990,12 (.SPX) Perdeu 0,63% para 4.132,15 e o Nasdaq Composite Index (décimo nono) Caiu 0,41%, para 12.081,39.

O dólar americano se fortaleceu em todos os aspectos na terça-feira, com os rendimentos do Tesouro subindo e as preocupações com outra aceleração da inflação global diminuíram o apetite dos investidores por risco.

O índice do dólar, que mede o dólar em relação às seis principais moedas, subiu 0,345%, para 101,770. O euro caiu 0,41%, para US$ 1,0733.

O ouro porto-seguro caiu 1%, tornando-se o segundo mês consecutivo de declínio, já que o aumento do dólar e os rendimentos do Tesouro dos EUA diminuíram o fascínio do metal, apesar dos temores de aumento da inflação.

READ  A Ucrânia ofereceu neutralidade nas negociações com a Rússia - o que isso significa? | Ucrânia

O ouro à vista caiu 1,0%, para US$ 1.837,30 a onça. Os futuros de ouro dos EUA caíram 0,99%, para US$ 1.833,00 a onça.

Registre-se agora para obter acesso ilimitado e gratuito ao Reuters.com

(Cobertura) Por Chipwick Ogo em Nova York Edição por Nick Czyminsky e Will Dunham

Nossos critérios: Princípios de Confiança da Thomson Reuters.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.