Uma nova onda de frio está se espalhando no Brasil e o sul terá geadas

RIO DE JANEIRO, BRASIL – Uma nova massa de ar frio de origem polar está se espalhando pelo Brasil e causará queda de temperatura de norte a sul do país nos próximos dias. No entanto, quem gosta de frio não deve se sentir excitado ainda. Essa massa de ar frio afetará o Brasil por apenas alguns dias. No entanto, alguns recordes podem ser quebrados nos estados do Sul, em algumas áreas do Sudeste, no Centro-Oeste e até mesmo nas regiões do Norte do Brasil.

Como de costume, o Rio Grande do Sul foi o primeiro a sentir os efeitos dessa nova massa de ar frio. As temperaturas máximas em 5 de maio não ultrapassavam 20 ° C no Rio Grande do Sul. Em Porto Alegre, a tarde de 5 de maio foi o período mais frio do ano até agora, com temperatura máxima de 19 graus Celsius, conforme registro do Instituto Nacional de Meteorologia.

Desta vez, as condições de geada serão limitadas ao sul do Brasil (reprodução de fotos online)

Trajeto de ar frio sobre o brasil

Uma massa de ar frio de origem polar terá um deslocamento continental no início de seu período de influência. O centro de massa de ar frio, a região mais fria do sistema, atingiu o norte da Argentina em 5 de maio. Nesta quinta-feira, 6 de maio, o centro de ar frio avança lentamente em direção ao Rio Grande do Sul e ao Uruguai, aumentando o frio nessas áreas. Mas, nesta posição, o ar frio chega também a Mato Grosso do Sul e também às áreas de fronteira com a Bolívia com mais facilidade. Com isso, as áreas oeste de Mato Grosso do Sul, oeste de Mato Grosso, oeste de Rondônia e sul do Acre começarão a sentir ventos frios já nesta quinta-feira.

Durante a sexta-feira, 7 de maio, o centro de ar frio passará pelo Rio Grande do Sul e Uruguai, amenizando a propagação do ar frio pelo sul do Brasil. Mas na noite de sexta-feira, o centro do ar frio estará sobre o oceano, na costa do Uruguai e na província de Buenos Aires. No sábado, 8 de maio, o centro dessa massa de ar frio de origem polar estará sobre o oceano, próximo às costas do Rio Grande do Sul e do Uruguai, e portanto sua força fria sobre o Brasil será menor. Durante o domingo, 9 de maio, o centro de ar frio se deslocará para o mar, afastando-se do Brasil, permitindo que o frio esfrie no país.

READ  O documentário mais recente da ESPN Films, "144", leva os espectadores para a temporada de 2020 sem precedentes da WNBA em 13 de maio na ESPN

Apesar de se afastar do Brasil, após passar por essa massa de ar frio, o ar seco combinado com noites claras manterá as madrugadas frescas em muitas áreas do Sul, Sudeste e parte do Centro-Oeste.

Os ventos frios dessa massa de ar polar devem atingir o litoral baiano na sexta-feira e se intensificarão no litoral leste do nordeste durante o feriado do Dia das Mães.

Zona sul

A queda de temperatura começou no sul do país no dia 5 de maio sobre o Rio Grande do Sul. Nos dias 6 e 7 de maio, quinta e sexta-feira, a temperatura cairá ainda mais em todos os estados.

Para quinta-feira, 6 de maio, ainda há condições de chuva em algumas áreas ao norte do Rio Grande do Sul, em Santa Catarina e no sul e leste do Paraná. Na sexta-feira, 7 de maio, deve chover apenas no leste do Paraná.

No final de semana do Dia das Mães, o friozinho continua forte no sul do Brasil à noite e ao amanhecer, mas a tendência geral é de aquecimento. O sol vai prevalecer. Aviso do risco de ressaca nos próximos dias.

Região sudeste

O ar frio de origem polar começará a ser sentido no estado de São Paulo. A queda nas temperaturas começará a ser sentida em algumas áreas do oeste do estado durante a próxima quinta-feira. No entanto, o ar da sexta-feira estará fresco em todo o estado de São Paulo e a capital pode passar pela tarde mais fria deste ano.

No Rio de Janeiro, quinta-feira estará muito quente, mas a temperatura cairá na sexta-feira, 7 de maio. Chuva e ventos frios se espalharão pelo estado do Rio de Janeiro causando uma queda geral na temperatura.

Durante a quinta-feira, 6 de maio, o calor ainda dominará a região sudeste do Brasil, mas os ventos frios começarão a aparecer em áreas do estado de São Paulo.

Durante a sexta-feira, 7 de maio, o resfriamento generalizado será no estado de São Paulo e também no Rio de Janeiro, sul de Minas Gerais e Zona da Mata mineira. Outras áreas na região sudeste permanecerão quentes.

READ  Diego Calva se junta ao filme "Papillon" de Damien Chazel; Ator assina com WME

No final de semana, dias 8 e 9 de maio, ventos frios se espalharão pela região sudeste, fazendo baixar a temperatura no Espírito Santo e áreas do centro, sul e leste de Minas Gerais.

No entanto, o ar está apenas esfriando. Não há expectativa de um resfriado forte. Mas é claro que no sul de Minas Gerais e nas regiões serranas a sensação de frio será maior.

Região centro-oeste

A sensação de ar frio de origem ártica recomeça no Mato Grosso do Sul e nas regiões centro-oeste e sul de Mato Grosso durante a quinta-feira, 6 de maio. Regiões Oeste e Sul de Mato Grosso do Sul. O ar vai esfriar muito nas regiões oeste e sul de Mato Grosso, inclusive na região de Cuiabá. Embora haja mais nuvens nessas áreas, a chance de alguma chuva é remota. Áreas na fronteira de Mato Grosso do Sul e Paraguai podem experimentar alguma chuva leve ou garoa.

As demais áreas do Centro-Oeste permanecem quentes e secas até quinta-feira.

Na sexta-feira, 7 de maio, os ventos frios de origem polar continuaram sobre o Mato Grosso do Sul e se espalharam ainda mais pelo Mato Grosso e também por Goiás. Na maioria das áreas desses casos, pode haver uma ligeira queda de temperatura, apenas para reduzir o calor.

No entanto, em Mato Grosso do Sul e regiões a oeste e sul de Mato Grosso, a sensação de frio aumenta durante a sexta-feira. Ventos frios muito fracos podem atingir Brasília durante a sexta-feira.

No final de semana do Dia das Mães, o ar frio deixará o centro-oeste e a tendência é de aumento rápido das temperaturas em todas as regiões. No entanto, as temperaturas ainda serão amenas de madrugada e de manhã cedo.

A zona norte

A nova massa de ar frio de origem polar avançando sobre o Brasil poderá levar ar frio ao Acre, Rondônia e sul do Amazonas. Os ventos frios atingirão essas áreas de forma moderada, mas ainda poderão causar uma queda na temperatura

Os ventos frios já começam a ser sentidos em Rondônia e no Acre durante a quinta-feira, 6 de maio, reduzindo o calor da tarde nesses dois estados.

READ  Uma cidade do Brasil já vacinou quase todos contra o coronavírus

O ar frio correrá com mais força sobre o Acre e Rondônia durante a sexta-feira, 7 de maio, e as temperaturas cairão na madrugada de sábado, 8 de maio, mas à tarde ficará mais quente com a rápida remoção do ar polar.

Região nordeste

A frente fria trazendo essa nova massa de ar frio de origem polar passará pelo litoral sul da Bahia durante o sábado, 8 de maio. Nesse dia vai chover no sul da Bahia.

O ar frio do Ártico não se espalha de fato pelo interior do nordeste, no entanto, ventos frios dessa massa polar soprarão de moderado a forte ao longo da costa leste do nordeste a partir de sexta-feira e especialmente durante o feriado do Dia das Mães. A intensificação dos ventos marítimos vai intensificar as áreas de instabilidade na costa leste do Nordeste, principalmente a partir do próximo domingo.

geada

Desta vez, as condições de geada serão limitadas ao sul do Brasil. A madrugada mais fria deve ser na região Sul do Brasil, dentro dessa massa de ar frio, na sexta-feira, 6 de maio. Pela manhã vai ser muito frio com geadas mais frias na Campanha Gaúcha e nas regiões serranas do Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Também pode congelar em alguns pontos do planalto sul de Santa Catarina.

Com uma densidade maior ou menor, uma nova massa de ar frio de origem polar causará alguma diminuição de temperatura em todos os estados da região sudeste do Brasil. Mas o resfriamento não será suficiente para causar geadas em áreas como o sul de Minas Gerais ou mesmo no estado de São Paulo.

Apesar da esperada queda acentuada de temperatura para Mato Grosso do Sul, não são esperadas geadas no caso durante a passagem dessa massa de ar frio de origem polar. As temperaturas mais baixas do estado devem ficar em torno de 10 graus.

Não há condições de resfriamento intenso com possibilidade de geadas no Norte ou Nordeste.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *