Um projeto que traduz a literatura árabe clássica para o português

Da redação
[email protected]

São Paulo – Obras literárias de todo o mundo são traduzidas para o português do Brasil e disponibilizadas online gratuitamente. Vi este mês Literatura livre (Literatura livre) lança o projeto “O Livro dos Miseráveis” de Al-Jahiz. O livro foi originalmente escrito em árabe e foi traduzido por Safaa Gibran, professora de Língua e Literatura Árabe do Departamento de Línguas Orientais da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (USP) da Universidade de São Paulo. O projeto é uma iniciativa da filial paulista do Serviço Social do Comércio (Sesc-SP) e do Instituto Mojo de Comunicação Intercultural. A imagem acima é uma das ilustrações do livro.

As obras estão disponíveis online para download gratuito em A localização do projeto. Onze textos já estão disponíveis no domínio público de pessoas que os gerentes de projeto acreditam ter ajudado a informar a cultura brasileira. Alguns títulos não foram lançados antes e todos estão disponíveis na forma traduzida e na versão original.

Todas as traduções foram feitas por professores da University of the South Pacific. Duas publicações recentes são “The Chronicles of Japan” do Príncipe Tonri e Ō-no-Yassumaro e “Leviathan” de Joseph Roth.

O livro dos infortúnios

“Kitab al-Bukhala” (do árabe, Kitab al-Bakhla) é uma coleção de histórias sobre gananciosos e gananciosos. Algumas histórias foram testemunhadas pelo próprio Al-Jahiz e outras ele ouviu de outras pessoas. O texto é considerado uma das obras essenciais do direito cultural árabe e foi escrito em 868.

O livro está disponível para download gratuito

O autor do livro iraquiano, Abu Uthman Amr Ibn Bahr Al-Kinani, ficou conhecido pelo apelido de Al-Jahiz, em referência a seus olhos arregalados. Ele também foi o autor de Kitab al-Animals, a primeira peça de zoologia na língua árabe, e Kitab al-Balaghah e Retórica, que lançou as bases para a retórica árabe. E a filosofia da linguagem.

READ  O mais recente conselho de viagens do Ministério das Relações Exteriores do Reino Unido para a França, Espanha, Itália e Portugal

Ao traduzir “Kitab al-Bukharas” para o português, Gibran escolheu e modificou algumas das narrativas contidas neste clássico livro árabe da Idade Média. Gibran disse: “Cada história ou histórias de um texto“ natg ”foram traduzidas de uma comparação de várias versões árabes existentes do texto, incluindo aquela nesta edição, que em si é uma versão“ simplificada ”do texto original.” Jornal da USP Sobre texto em árabe disponível junto com a tradução.

Em um esforço para tornar a linguagem e o conteúdo mais acessíveis, os ajustes se esforçam para preservar as configurações históricas do 9Y– O século original. Gibran lembra que algumas histórias apareceram em obras já traduzidas, embora de forma simplificada, como exemplo “As Mais Belas Páginas da Literatura Arabe” de Mansour Shalita. Quatro dos contos também foram traduzidos pela professora Mamidi Jarosch da FFLCH em Histórias para Ler sem Pressa.

Traduzido por Gabriel Pomeran Blume

Reprodução

Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *