Roberto Firmino marca para dar vitória ao Brasil sobre a Venezuela

O Brasil conquistou três vitórias em três eliminatórias da CONMEBOL para a Copa do Mundo com uma vitória por 1 a 0 sobre a Venezuela.

O Brasil estava frustrado com a Venezuela em São Paulo, mas o gol de Roberto Firmino aos 67 minutos foi suficiente para a Seleção na sexta-feira.

Firmino saiu 23 minutos antes do final da partida na ausência de Neymar, com o Brasil se mantendo perfeito para liderar a classificação com dois pontos atrás de seu rival Argentina.

Retornando ao jogo após a vitória de 4 a 2 no mês passado no Peru, Tete fez quatro mudanças – algumas das quais foram impostas – ao seu time titular, com Neymar e Casemiro (Coronavirus), Philip Coutinho, Everton, Gabriel Jesus, Alan e Everton Ribeiro se retirando. Ederson está chegando.

O Brasil – que empatou em 0 a 0 contra a Venezuela na Copa América no ano passado – balançou a rede em sete minutos, mas o árbitro assistente levantou sua bandeira. Richarlison marcou depois que o chute de Renan Lodi errou o atacante do Everton.

Os campeões sul-americanos dominaram a bola, mas não tendo nada para mostrar, lutaram para criar chances claras.

Jesus desmarcado foi incapaz de virar a bola para o gol depois de apenas meia hora ter passado e, em vez disso, fez uma tentativa para Charlison, que só conseguiu mirar à queima-roupa, longe do poste.

A Venezuela raramente ameaçava, embora Everson Sutildo tenha entrado na área e cruzado para a área, mas Marquinhos interveio no último minuto para afastar o perigo.

O Brasil voltou a colocar a bola na rede antes do intervalo, mas a tentativa de Douglas Luiz de fazer falta no guarda-redes venezuelano Volker Farenese foi cancelada.

Depois de revogar a revisão do VAR aos nove minutos do segundo tempo, o Brasil finalmente quebrou a resistência da Venezuela aos 13 minutos, quando a bola bateu com a cabeça no caminho de Firmino, que não fez falta à queima-roupa.

READ  Presidente do Banco do Brasil renuncia sob pressão do Bolsonaro

o que isso significa? Rolinho brasil

Não foi perfeito, não foi bonito, mas o Brasil fez o trabalho a portas fechadas. Sem Neymar devido a uma distensão na coxa e o meio-campista Casemiro, o Brasil perdeu qualidade de estrela para o teimoso time da Venezuela. Embora não tenha criado muitas oportunidades óbvias, o Brasil conseguiu estender sua seqüência de vitórias para quatro partidas, enquanto estava invicto nas últimas 20 partidas pelas eliminatórias para a Copa do Mundo.

Firmino para aumentar a confiança

Muito se tem falado sobre Firmino, principalmente em meio à impressionante atuação de Diogo Jota no Liverpool. Mas Firmino apareceu quando o Brasil mais precisava dele. Foi seu primeiro gol em quatro partidas e o segundo desde que marcou duas vezes contra a Bolívia, em 9 de outubro.

Falta a faísca no brasil

Embora o Brasil tenha saído por mais pontos, estava longe de ser convincente. Os homens de Tete foram lentos e previsíveis no ataque aos visitantes surpreendentes – e perderam a criatividade no terço final.

Qual é o próximo?

O Brasil enfrentará o Uruguai em Montevidéu na terça-feira, enquanto a Venezuela receberá o Chile no mesmo dia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *