Reino Unido anuncia novas sanções à aviação contra a Rússia

Pistas são vistas no céu enquanto um avião sobrevoa Londres enquanto a bandeira do Reino Unido tremula ao vento em 10 Downing Street, em Londres, Grã-Bretanha, 29 de janeiro de 2022. REUTERS/May James

Registre-se agora para obter acesso ilimitado e gratuito ao Reuters.com

LONDRES (Reuters) – O Reino Unido anunciou nesta quarta-feira novas sanções à aviação que dão o poder de apreender qualquer avião russo e proibir a exportação de aviões ou mercadorias relacionadas ao espaço para a Rússia, dizendo que já havia reservado um.

Medidas para fortalecer a ação contra aeronaves russas significam que qualquer voo ou pouso no Reino Unido é crime. Consulte Mais informação

O Ministério das Relações Exteriores disse em comunicado que a proibição inclui qualquer aeronave de propriedade, operada ou alugada por qualquer pessoa associada à Rússia ou indivíduos ou entidades específicas, e incluirá a autoridade para deter qualquer aeronave de propriedade de pessoas associadas à Rússia.

Registre-se agora para obter acesso ilimitado e gratuito ao Reuters.com

“Proibir aeronaves com bandeira russa do Reino Unido e tornar uma ofensa criminal pilotá-las levará a mais problemas econômicos para a Rússia e para aqueles próximos ao Kremlin”, disse a secretária de Relações Exteriores Liz Truss.

O Ministério das Relações Exteriores disse que introduzirá nova legislação na quarta-feira para implementar as medidas, que também incluem o poder de remover qualquer aeronave britânica do registro de indivíduos e entidades russas sancionadas.

O secretário de Transportes Grant Shapps disse que um avião já havia sido reservado enquanto outras investigações estavam em andamento. O Telegraph informou que o avião particular estava ligado a um amigo do bilionário russo Roman Abramovich.

READ  A guerra entre Israel e o Hamas se intensifica à medida que aumenta o número de mortos palestinos em Gaza: atualizações ao vivo

“Sabemos que não é uma empresa russa que possui o avião, mas sim um avião registrado em Luxemburgo. Estamos realizando mais verificações antes do lançamento”, disse Shapps à rádio LBC.

As novas sanções também proibirão as exportações relacionadas ao setor aeroespacial, incluindo seguros e resseguros.

O comunicado disse que isso significaria que a cobertura de seguro das apólices existentes seria retirada e que as companhias de seguros e resseguros sediadas na Grã-Bretanha não seriam capazes de pagar sinistros sobre as apólices existentes nesses setores.

Registre-se agora para obter acesso ilimitado e gratuito ao Reuters.com

(Reportagem de William James e Michael Holden); Edição por Clarence Fernandez e Shri Navaratnam

Nossos critérios: Princípios de Confiança da Thomson Reuters.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *