Principal região vinícola do Brasil devastada por enchentes

O Rio Grande do Sul, a capital do vinho no Brasil, foi atingido por enchentes devastadoras e sem precedentes. Amanda Barnes Relatórios.

(Twitter: ACNUR)

Cerca de 80% do estado foi afetado pelas enchentes, que deslocaram mais de 165 mil pessoas e mataram 107 pessoas, no momento da redação deste relatório, enquanto centenas ainda estão desaparecidas, segundo a mídia local.

“As primeiras áreas atingidas foram os vales do Tacuari, Central e Serra Gaúcha”, disse ao Setor Bebidas Lúcia Porto, jornalista brasileira que mora na região e cofundadora da Brasil de Vinhos. “Deslizamentos de terra aconteceram e levaram consigo tudo em seu caminho – desde vinhedos e…
Árvores, carros, casas e pessoas.

“Estamos diante de uma catástrofe sem precedentes na história do Rio Grande do Sul e do Brasil”, acrescenta Vigneron e o diretor da vinícola Casa Valduga, no Vale dos Vinhedos, Eduardo Valduga. Na região do Vale dos Vinhedos, muitos produtores de vinho viram seus vinhedos serem destruídos por grandes deslizamentos de terra nos picos mais altos.

Em Pinto Bandeira, o dono do vinhedo Heleno Facin descreveu suas perdas conforme noticiado no jornal Brasil de Vinhos: “A enchente passou a 30 metros da minha casa… Só Deus poderia ter impedido que ela tomasse conta da nossa casa, que era o caminho natural da a água e não inevitável com a força que vinha com ela e em vez de tomar a nossa vinha perdemos um hectare de Merlot e meio hectare de Tannat, e foram necessários dez anos de investimento para construir estas vinhas.

A verdadeira extensão dos danos aos vinhedos da região ainda não é conhecida, pois as enchentes impedem o movimento, isolam as cidades e a defesa civil não permite a entrada de pessoas na zona inundada – priorizando suprimentos de emergência e missões de resgate. Porto Alegre, a capital da região, também ficou em grande parte submersa depois que o rio transbordou. Incluindo o Aeroporto de Porto Alegre, que deverá permanecer fechado até o final do mês, dificultando ainda mais as iniciativas de resgate.

READ  A indústria vinícola brasileira é resiliente em meio ao caos climático

A Vigneron Luisa Valduga está arrecadando doações para ajudar as pessoas afetadas na região vinícola Você pode doar no link aqui.

Amanda Barnes Comércio de bebidas´Correspondente regular na América do Sul e autor Guia de vinhos da América do Sul.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *