Panam Sports » PORTO RICO E BRASIL SE LLEVAN EL ORO EN EL TENIS DE MESA INDIVIDUAL

Porto Rico e Brasil, Llevan el Oro NL Tenes de Mesa Verde

Hugo Calderano se tornou o primeiro jogador a liderar um hat-trick em Jogos Pan-Americanos, com vitórias em Toronto 2015, Lima 2019 e Santiago 2023.

Adriana Diaz está fazendo história no tênis de mesa em Porto Rico.

Essas maravilhas no Centro Nacional de Treinamento Olímpico em Santiago avançam para as finais das categorias individuais feminina e masculina, com mulheres homenageadas como Adriana Diaz, de Porto Rico, na final feminina, e Hugo Calderano, do Brasil, na final masculina.

A primeira final começou com a porto-riquenha, 11ª do ranking mundial, Adriana Diaz, enfrentando a brasileira e 23ª do ranking da Copa do Mundo, a brasileira Bruna Takahashi. Na última parte da partida, parabenizo parcialmente os porto-riquenhos por 9-11, 14-12, 11-3, 8-11, 8-11, 11-9, 11-7.

Com a nova medalha de ouro, Adriana Díaz chegou à sétima nos Jogos Panamericanos, tornando-se a mais condecorada por Porto Rico.

“É uma felicidade que não dá para descrever, é um sentimento muito lindo. Imaginei que qualquer coisa pudesse ser feita assim e quando imagino imagino muito porque não imagino, mas está sempre com Orgullo e meu maior logo representa Porto Rico perto do mar. Como é claro que passar pelos jogos ficou complicado, não sinto que meu nível seja melhor nas semifinais e melhor na final. Tambuco joguei o melhor tênis de mesa, mas no final das contas, a mente é o mais importante e é isso que me faz conquistar a vitória”, expressou Diaz via Al Nasr.

O último confronto que tivemos foi no Campeonato Pan-Americano da ITTF 2023, que Victoria Adriana Diaz também venceu por 3-1.

READ  Vlatko Andonovski: USWNT jogou como uma 'merda' contra Portugal

“Estou muito triste por não ter conseguido o ouro, mas joguei muito bem e acho que você quer continuar trabalhando duro para completar seus outros objetivos. Adriana é uma pessoa muito boa e competitiva nas pequenas coisas. “Tengo un cariño grande grande grande para ela, me disse coisas positivas para que saibamos que não é fácil perder uma parte dela”, comenta Bruna Takahashi através da derrota.

Os jogadores embaixadores têm uma história, tendo se enfrentado em 29 ocasiões, sendo os porto-riquenhos aos 18 e o Brasil apenas aos 11.

Nesta categoria não há parcela específica de três e quatro lugares, pois embaixadores acompanham o bronze. No final, Mo Zhang, representando o Canadá, e An Chang Lili, dos Estados Unidos, receberam o prêmio de bronze.

Hugo Calderano completou o hat-trick

El Brasileño Número Uno del Tenis de Mesa Derrotando o americano e quarto no ranking mundial, Hugo Calderano levou o ouro pela terceira vez em uma série de jogos para o americano na categoria individual do cubano Andy Pereira nas partes 11-3, 11-8, 11-5, 11 -4. Torne-se o primeiro jogador individual do Mesa Tricampone nos Jogos Panamericanos.

Durante a final, os brasileiros mostraram toda a experiência e precisão em todos os pontos, mostrando segurança em cada saque que conseguiram.

“Acredito que tenho uma boa festa na minha festa, principalmente no atendimento e na recepção, que é o mais importante do tênis de mesa e acho que consegui a festa agora. “Passei por muitos problemas para receber meu atendimento e sinto que essa é a chave”, comenta Calderano via Victory.

A primeira coisa que Gold fez foi ingressar em Toronto em 2015, caindo para seu compatriota Gustavo Tsupui. Enquanto o segundo medalhista de ouro em Lima 2019 foi derrotado pelo dominicano Wu Jiaji.

READ  História dos textos em hindi de Shreya Singla; Ganhou o ouro no badminton ao derrotar o Japão

“Muita gente fala na possibilidade de fazer parte do primeiro time dos All-American Games, o que é muito importante para mim, mas não acho que preciso comparar com outros jogadores. “Isso é muito importante e é uma motivação maior para continuar treinando”, concordou Hugo Calderano ao receber a oferta.

O representante canadense Eugene Wang e o mexicano Marcos Madrid se preparam para a prova de bronze.

Escrito por Francisco Vuelux

SANTIAGO, CHILE – 1º DE NOVEMBRO: Hugo Calderano do Brasil compete na final masculina dos Jogos Panamericanos de Santiago de 2023, no Centro Olímpico de Treinamento de Nonoa, em 1º de novembro, em Santiago, Chile. / Hugo Calderano, do Brasil, compete na final individual masculina dos Jogos Pan-Americanos Santiago 2023, no Centro Olímpico de Treinamento de Nonoa, no dia 1º de novembro, em Santiago, Chile. (Foto: Javier Vergara/Santiago 2023 via Photosport)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *