Os Emirados Árabes Unidos e o Brasil estão se preparando para testemunhar um boom no comércio e investimentos

Cerca de 1.030 empresas brasileiras que passaram a fazer parte do pavilhão brasileiro na feira e garantiram negócios no valor de US$ 648 milhões durante o evento, esperam um adicional de US$ 3,4 bilhões em negócios nos próximos 12 meses, de acordo com um comunicado oficial.



foto de perfil wm

foto de perfil wm

Publicado: Domingo, 10 de julho de 2022, 21h59

Ultima atualização: Domingo, 10 de julho de 2022, 22h05

Os Emirados Árabes Unidos ganharam reconhecimento global como facilitador de negócios à medida que o mundo desceu a este deserto e testemunhou a realização do megaevento – Expo 2020 Dubai, diz Evandro Oliveira, diretor de operações do escritório privado do xeique Hamdan bin Ahmed Al Maktoum.

Oliveira – brasileiro que ingressou no escritório privado desde 2015 – está atualmente facilitando negócios entre os dois países, incluindo o recente estabelecimento da marca dos Emirados Árabes Unidos no setor de petróleo e gás e suas filiais no Brasil.

Tanto os Emirados quanto o Brasil podem aproveitar oportunidades de negócios nos setores de alimentos, cosméticos, móveis, aeroespacial, couro e petróleo e gás. Oliveira, que vem de Campinas, em São Paulo, disse que a inovação é a chave para o crescimento e estamos prontos para investir em tecnologias inteligentes que possam permitir o crescimento sustentável dos negócios no longo prazo.

Evandro Oliveira, Diretor de Operações, Gabinete Privado do Xeque Hamdan bin Ahmed Al Maktoum.  - A foto em anexo

Evandro Oliveira, Diretor de Operações, Gabinete Privado do Xeque Hamdan bin Ahmed Al Maktoum. – A foto em anexo

Oliveira, 53 anos, iniciou sua carreira há 15 anos na Arábia Saudita na família Al Saud e agora busca facilitar negócios do Brasil aos Emirados Árabes e vice-versa.

READ  Como os bancos centrais aumentaram as principais taxas de juros desde que anunciamos a normalização da política

Há esforços crescentes de ambos os países para fortalecer as relações e resolver os desafios econômicos. A Câmara de Comércio Árabe Brasileira organizou recentemente o 4º Fórum Econômico Brasil e Países Árabes em São Paulo, Brasil. O fórum concentrou-se em questões centrais, incluindo as relações bilaterais entre os dois lados. O Fórum Legado e Inovação discutiu temas como segurança alimentar árabe, fornecimento de fertilizantes para o agronegócio brasileiro e adoção de novas práticas de negócios no mercado pós-pandemia. O fórum coincidiu com os 70 anos de fundação da ABCC, que representa um marco importante para a comunidade árabe em suas relações históricas com o Brasil.

A Expo 2020 Dubai também deixou um legado duradouro, incentivando empreendedores e family offices como nós a aproveitarem novos caminhos de investimento. O Brasil continuará criando sua influência no mercado global em linha com os resultados alcançados pelo país ao participar da recém-concluída Expo 2020 Dubai.”

Cerca de 1.030 empresas brasileiras que passaram a fazer parte do pavilhão brasileiro na feira e garantiram negócios no valor de US$ 648 milhões durante o evento, esperam um adicional de US$ 3,4 bilhões em negócios nos próximos 12 meses, de acordo com um comunicado oficial. A participação do Brasil na Expo 2020 Dubai ajudou o país sul-americano a inspirar o mundo ao mostrar à humanidade sua melhor desenvoltura, determinação e empreendedorismo.

Um comunicado oficial disse que a nação está determinada a levar adiante o impulso crescente com excelentes oportunidades e “sementes de ideias” de Dubai à Expo 2025 Osaka-Kansai.

Elias Martins Filho, Comissário-Geral do Pavilhão do Brasil na Expo 2020 Dubai, disse que o mundo elogiou as excelentes iniciativas do Brasil por conscientizar os muitos desafios globais e fornecer soluções inovadoras para eles.

READ  Mills Solaris em cima

Elias Martins Filho, Comissário Geral do Pavilhão do Brasil na Expo 2020 Dubai.

Elias Martins Filho, Comissário Geral do Pavilhão do Brasil na Expo 2020 Dubai.

“Nosso pavilhão desempenhou um papel fundamental no compartilhamento do vasto conhecimento e experiência do país no fornecimento de recursos, ideias e soluções inovadoras que servem à humanidade para aumentar a felicidade e a qualidade de vida das pessoas.”

O Pavilhão Brasil, que ficou entre os cinco pavilhões mais visitados da feira, recebeu 2,1 milhões de visitantes com uma média de 11,7 mil visitantes por dia durante os seis meses do evento. Estamos determinados a aumentar o impacto das descobertas da Expo 2020 Dubai com excelentes oportunidades para a Expo 2025 Osaka-Kansai ‘Filo’. O pavilhão apresentou 150 agendas e assinou seis memorandos de entendimento com a participação de 805 empresários, sendo 59% do Brasil e o restante de 39 outros países. O Brazilian Investment Forum realizado em Dubai pela APEAX-Basil prevê investimentos superiores a US$ 1 bilhão em diversos projetos de importância global.”

[email protected]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.