O Rio Nacional humilha e rivaliza com o Palmeiras na sub-Liberta

River Plate será um desconto Palmeiras Nas semifinais da copa Libertadores da America. A Argentina derrotou o Nacional do Uruguai novamente, desta vez perdendo por 6-2 na segunda mão das quartas-de-final.

Após uma vitória por 2 a 0 na primeira mão, a vida do River Plate ficou mais fácil depois de 17 minutos de jogo, quando Rochelle foi expulso. Ele entrou com o pé no alto em um conflito longe do objetivo. A expulsão facilitou as coisas para River, que abriu o placar aos 28. Carrascal largou com bola, cortou Origuela e chutou de longe, com chute certeiro, no canto, sem chance para o goleiro.

No final da primeira parte, Nicolas de la Cruz estendeu a mão aos visitantes com um belo remate de canto. Antes do intervalo, o Nacional desceu com o Cougo. Ele recebeu uma bola dobrada no meio da área e tocou na saída do goleiro. O árbitro revisou o árbitro assistente de vídeo, mas o alvo foi validado.

O River Plate precisou de apenas 5 minutos para marcar novamente. Bruno Zocolini aproveitou o resto da bola dentro da área e fez o terceiro gol do argentino.

O Nacional não desistiu e Santiago Rodriguez marcou um golaço aos dez minutos da segunda mão. Ele evitou dois zagueiros antes de cair no Uruguai.

Mas o River Plate marcou o quarto gol com Bury. Ele recebeu um tiro livre dentro da pequena área e só teve que empurrar a bola para o gol do Nacional. Minutos depois, Puri marcou novamente em uma jogada semelhante. Ele recebeu em uma pequena área e só jogou pela rede aos 29 minutos do segundo tempo. Aos 35 minutos, Bure marcou seu terceiro gol na partida, e foi o sexto River Plate em uma derrota histórica.

READ  Chanceler egípcio e brasileiro discutem formas de cooperação

A semente no confronto enfrenta o Palmeiras, que já mandou o Libertad. Depois de um empate de 1 a 1 no Paraguai, os brasileiros venceram por 3 a 0 no Allianz Parque.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *