O retorno do chicote: Harrison Ford na première de ‘Indiana Jones’ em Cannes

CANNES (Reuters) – Harrison Ford estava em Cannes para a tão esperada estreia de “Indiana Jones e o Mostrador do Destino” na noite de quinta-feira, 15 anos depois de o ator ter escolhido o herói de aventura titular com um chapéu nas costas. Tela grande.

O novo filme, estrelado pelo ator dinamarquês Mads Mikkelsen e Phoebe Waller-Bridge do drama de TV britânico “Fleabag”, é o quinto da série, mas o primeiro a não ser dirigido por Steven Spielberg. O diretor desta vez foi James Mangold de “Ford v Ferrari”.

Celebridades e fãs da Croisette compareceram em massa ao filme. Entre os que passaram pelo tapete vermelho pela chance de vê-la primeiro estavam o diretor britânico Steve McQueen, o ator inglês Charlie Heaton e Raoni Metocter, líder tribal indígena brasileiro e defensor do meio ambiente.

Ford, de 80 anos, que também receberá um prêmio honorário no Festival de Cinema de Cannes por sua carreira no cinema, disse à revista Total Film no mês passado que esta seria a última vez que faria o papel.

Na quinta e última edição, ambientada em 1969, Indiana Jones sai em busca de um disco que pode mudar o tempo junto com sua afilhada, interpretada por Waller-Bridge, e deve enfrentar Mikkelsen como um ex-funcionário nazista da NASA.

Ford interpretou o personagem pela primeira vez – um arqueólogo que usava chapéu fedora e viajava pelo mundo com medo de cobras – em 1981.

READ  Trailer oficial de 'The Last Of Us' da HBO estreia na CCXP22 no Brasil - Prazo

A data de lançamento do novo filme foi adiada várias vezes depois de anunciada em 2016 e segue Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal, de 2008, que recebeu críticas mistas.

A franquia Indiana Jones, criada por George Lucas da série Star Wars, arrecadou quase US$ 2 bilhões nas bilheterias globais com quatro filmes e acumulou uma base de fãs global. Também inspirou a série de TV ‘The Young Indiana Jones Chronicles’.

“Dial of Destiny” é o primeiro filme produzido pela The Walt Disney Co (DIS.N) produzido por “Indiana Jones” após a compra dos direitos de distribuição da franquia da Paramount Pictures em 2013.

O filme será exibido para um público mais amplo no final do próximo mês.

(Reportagem de Miranda Murray) Edição de Jonathan Otis

Nossos padrões: Princípios de confiança da Thomson Reuters.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *