O número de casos de COVID-19 no Brasil aumentou em 75.445 nas últimas 24 horas; O número de mortos aumentou em 2.513

O Ministério da Saúde disse na noite de terça-feira que o número de casos confirmados de COVID-19 no Brasil aumentou de 75.445 para 157.32836 nas últimas 24 horas.

De acordo com o ministério, o número de mortos aumentou em 2.513 para 439.050 pessoas durante o mesmo período.

Mais de 14,24 milhões de pacientes se recuperaram desde o início do surto.

No dia anterior, o país havia confirmado mais de 29 mil novos casos de coronavírus, com 786 mortes.

(Apenas o título e a imagem deste relatório podem ter sido reformulados pela equipe do Business Standard; o restante do conteúdo é gerado automaticamente a partir de um feed compartilhado.)

Caro leitor,

A Business Standard sempre se esforçou para fornecer as informações e comentários mais recentes sobre os acontecimentos que interessam a você e que têm implicações políticas e econômicas mais amplas para o país e o mundo. Seu incentivo constante e comentários sobre como melhorar nossas ofertas fortaleceram nossa determinação e compromisso com esses ideais. Mesmo durante esses tempos desafiadores da Covid-19, continuamos nosso compromisso em mantê-lo atualizado com notícias confiáveis, opiniões confiáveis ​​e comentários perspicazes sobre questões relevantes.
No entanto, temos um pedido.

Enquanto lutamos contra o impacto econômico da pandemia, precisamos mais do seu apoio, para que possamos continuar a fornecer a você mais conteúdo de qualidade. Nosso formulário de inscrição teve uma resposta encorajadora de muitos de vocês, que assinam nosso conteúdo online. Mais assinando nosso conteúdo online só pode nos ajudar a atingir seus objetivos de fornecer um conteúdo melhor e mais relevante para você. Acreditamos em uma imprensa livre, justa e confiável. Apoiá-lo em mais compromissos pode nos ajudar a praticar o jornalismo ao qual aderimos.

READ  Bridgestone investe US $ 139 milhões na expansão da fábrica brasileira

Suporte de imprensa e qualidade Assine o Business Standard.

Editor digital

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *