O Brasil vota no domingo. Aqui está o que você precisa saber



CNN

A disputada eleição presidencial do Brasil está a menos de 24 horas de distância e, para muitos brasileiros, as apostas não poderiam ser maiores.

Dois nomes conhecidos – o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o atual líder Jair Bolsonaro – estão competindo para se tornar o próximo presidente do país. Dependendo de quem vencer, é provável que a maior economia da América Latina continue no caminho conservador e pró-negócios de Bolsonaro ou dê uma guinada à esquerda sob Lula.

Nas últimas semanas, os dois candidatos intensificaram seus esforços para atrair eleitores. Mas essa é uma tarefa assustadora em um país onde 85% dos eleitores dizem que já se decidiram, de acordo com uma pesquisa do Datafolha nesta quinta-feira.

Para Lula, mais votos poderia significar a vitória no primeiro turno, sem a necessidade de um segundo turno. Enquanto isso, Bolsonaro precisa se recuperar, tendo ficado 14 pontos atrás de seu rival na mesma pesquisa.

Os brasileiros votarão em seu próximo presidente no domingo, 2 de outubro, no primeiro turno das eleições. Na mesma data, também serão selecionados governadores, senadores, deputados federais e deputados estaduais dos 26 estados, além do Distrito Federal.

A votação está programada para começar às 8h, horário local de Brasília (7h ET) e terminar às 17h, horário local (16h ET).

No sistema eleitoral brasileiro, o candidato vencedor deve receber mais de 50% dos votos. Caso nenhum candidato ultrapasse esse limite, será organizado um segundo turno de votação, no qual as escolhas serão reduzidas aos dois primeiros candidatos do primeiro turno.

No Brasil, as pesquisas sempre estimam o desempenho potencial dos candidatos no primeiro turno (competindo com todos os outros candidatos) e no segundo turno (com apenas dois dos melhores candidatos).

READ  Contrato de lançamento assinado por Vaya Space + Alya - SatNews

Mais de 156 milhões de brasileiros podem votar.

Bolsonaro e Lula são os dois candidatos a serem observados de perto. Embora outros candidatos também estejam na disputa, eles pesquisam com porcentagens de um dígito e provavelmente não representam muita concorrência.

Lula, 76 anos, foi presidente do Brasil por dois mandatos – de 2003 a 2006 e de 2007 a 2011. Nome conhecido, ele apareceu pela primeira vez no cenário político na década de 1970 como líder de greves trabalhistas que desafiavam o regime militar.

Em 1980, foi um dos fundadores do Partido dos Trabalhadores (PT), que mais tarde se tornou a principal força política de esquerda no Brasil. Os mandatos presidenciais de Lula foram marcados por programas voltados à redução da pobreza e da desigualdade no país, mas também foram abalados pelas revelações de um esquema de corrupção envolvendo pagamentos a parlamentares para apoiar propostas do governo. Devido à falta de provas de seu envolvimento, o próprio Lula não foi incluído na investigação desse esquema.

A campanha presidencial de Lula agora promete um novo sistema tributário que permitirá o aumento dos gastos públicos. Ele prometeu acabar com a fome no país que voltou durante o governo Bolsonaro. Lula também promete trabalhar na redução das emissões de carbono e do desmatamento na Amazônia.

Bolsonaro é um ex-capitão do Exército que foi deputado federal por 27 anos antes de concorrer à presidência em 2018. Figura marginal na política durante a maior parte desse tempo, ele emergiu em meados da década de 2010 como a principal figura de uma direita mais radical que vê o Trabalhismo como seu principal inimigo.

READ  Atraso faz com que Great Wall Motor corte investimento na Índia, diz relatório | Notícias da indústria automobilística

Como presidente, Bolsonaro tem seguido uma agenda conservadora, apoiada por importantes lideranças evangélicas. Seu governo também ficou famoso por apoiar a exploração brutal de terras na região amazônica, o que levou a recordes de desmatamento. Ambientalistas alertaram que o futuro da floresta tropical pode estar em jogo nesta eleição.

Em sua plataforma, Bolsonaro prometeu aumentar a mineração, privatizar empresas públicas e gerar energia mais sustentável para baixar os preços da energia. Ele prometeu continuar pagando os 600 reais brasileiros (cerca de US$ 110) uma bolsa mensal conhecida como Auxilio Brasil.

Da Silva fala durante um evento organizado por sindicatos no Dia Internacional dos Trabalhadores em São Paulo, Brasil, no domingo, 1º de maio de 2022.

A contagem de votos começa imediatamente após as cédulas (principalmente eletrônicas) fecharem no domingo.

As autoridades eleitorais brasileiras esperam que os resultados finais do primeiro turno sejam anunciados oficialmente na noite de 2 de outubro. Será publicado no site do Tribunal Eleitoral.

Nas últimas eleições, os resultados foram anunciados oficialmente duas a três horas após o término da votação. Se o candidato principal não conseguir reunir mais da metade de todos os votos válidos, o segundo turno será realizado em 30 de outubro.

Os observadores estarão atentos para ver se todos os candidatos aceitam publicamente o resultado da votação. Bolsonaro, que tem sido acusado de fomentar uma retórica violenta entre seus apoiadores, procurou lançar dúvidas sobre o resultado e disse que os resultados devem ser considerados suspeitos se ele não ganhar “pelo menos 60%”.

Tanto ele quanto seu partido liberal conservador alegaram que o sistema de votação eletrônica do Brasil é vulnerável a fraudes – uma afirmação totalmente infundada que levou a comparações com as falsas alegações eleitorais do ex-presidente dos EUA, Donald Trump.

Não há casos confirmados de fraude eleitoral no voto eletrônico no Brasil.

READ  Fonte diz que a Azul está querendo comprar a falida LATAM Airlines no Brasil

O Tribunal Superior Eleitoral também rejeitou as alegações de falhas no sistema, chamando-as de “falsas e inverídicas, sem base na realidade”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *