Neste Dia da Consciência Negra Brasileira, assista: “O olhar das deputadas estaduais negras do Rio de Janeiro sobre raça, gênero e favelas” [VIDEO]

Clique aqui para português

20 de novembro de 2023 – no Brasil Dia da Consciência Negra, Este minidocumento Com legendas em inglês, pretende ser um documento histórico em que três mulheres negras falam Papéis de liderança Na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alergia), contemplação corridaTemporada, sexoTerritório e o legado da atuação das mulheres negras na política carioca. Eles são representantes do estado Renata Souza (de Complexo Da Mare), Danny Montero (de São Carlos), e a Primeiramente Parlamentar transgênero Danny Balbi (de Enginho da Rainha).

Deputada Estadual Renata Souza
Deputada Estadual Renata Souza

Caracteriza-se pela estrutura social brasileira Desigualdade profunda afectando as populações representadas pelos três parlamentares entrevistados neste breve documento. Entre esses processos sociais, que prejudicam e subjugam sobretudo esta parte da sociedade: racismo E Sexismoque comumente usava a repressão especificamente em relação às mulheres negras– Quem constitui O maior grupo populacional Do país 28% da população. Além de, Desgraça Em relação à favela e Cis-hetero Presente também, que historicamente restringe oportunidades e é um resquício do período colonial do Brasil. Essas características do tecido social carioca aparecem muitas vezes como obstáculos à prática da democracia plena, que deveria garantir dignidade a todos. Numa sociedade com estas características, torna-se imprescindível que a arena política trabalhe na atribuição de valores republicanos e democráticos, sobretudo, através da a atuação E proteção dos direitos sociais.

A perspectiva política da mulher negra é crucial, faz uma enorme diferença. Ver como as mulheres negras, que podem estar em esferas de poder, podem fazer uma enorme diferença na criação de políticas públicas… isso impacta diretamente… Democracia brasileira…Isto é um progresso na nossa luta política para superar todos os vestígios da escravização negra…O primeiro desafio é compreender que a favela é a cidade. Na verdade, é ela que produz a riqueza da cidade, a sua riqueza regional. -Renata Sousa

Deputado estadual Danny Montero
Deputado estadual Danny Montero

Diante disso, o objetivo deste minidocumento é fornecer uma perspectiva abrangente sobre os temas de raça, classe, gênero e território, a partir da perspectiva de parlamentares negros de bairros pobres e áreas periféricas. Eles foram convidados a refletir sobre as barreiras que enfrentam no cotidiano da prática política na ALERJ. Além disso, eles pensam sobre o significado da criatividade Políticas públicas focadas Sobre esses moradores e seus locais de residência, como favelas.

“Esse é o desafio de criar uma política pública para as favelas aqui do nosso estado, onde há um plano de extermínio em andamento. O genocídio da nossa população, que está sendo realizado através do seu braço armado, com o extermínio direto de meninos negros e homens. Mas há [also] Toda uma série de aniquilação cognitiva, incluindo [our] Acadêmico, falta de participação, falta de inclusão social… Nossa falta de participação exemplifica como, em nossa democracia, muitas vozes são silenciadas, enquanto outras são amplificadas… Essa falta de participação na tomada de decisões, e essa marginalização dos negros pessoas, especialmente mulheres negras, cria barreiras. A democracia do Brasil sofre com barreiras que a separam de seu povo… Por isso, muitas vezes não vivenciamos muitos dos problemas cotidianos que nos são comuns. -Danny Montero

Deputado estadual Danny Balby
Deputado estadual Danny Balby

Outro ponto levantado pelos deputados é que os seus estados acabam por se tornar espaços para ouvir e acolher aqueles que o fazem. Estruturalmente marginalizado e aqueles excluídos da sociedade em geral.

Os espaços de poder são tão hostis, especialmente para as mulheres – mulheres negras, pessoas trans, pessoas de baixa renda… O poder é criado de tal forma que nos sentimos excluídos… Isso exige que nós, mulheres legisladoras da classe trabalhadora, com uma visão social muito visível marcadores, faça muito mais firmeza e ação. Precisamos de examinar as coisas mais de perto e compreender como funciona o sector público e como funciona este Conselho [ALERJ]E a autoridade executiva. Precisamos participar de mais investigações e sair às ruas para acompanhar [with what is happening out there]. E por causa da responsabilidade [of the office]Precisamos nos firmar como um espaço que recebe muitas demandas, pois o poder público dá as costas a essas demandas, a essas necessidades.” -Danny Balbi

Além da importância destas atividades, também demonstra que possui propostas políticas para diversos setores, que beneficiariam a sociedade como um todo. As mulheres negras na política fornecem soluções para problemas relacionados à ordem social, à política e à economia, crises que o Estado do Rio enfrenta há décadas. Como destaca Dani Montero, durante séculos as mulheres negras forneceram tratamentos que promoveram o desenvolvimento no Brasil.

“Dado que contribuímos ativamente para a organização do trabalho na nossa sociedade, com patrocínios coletivos, seja a nível familiar ou comunitário… gostaria de celebrar a história dos nossos antepassados!” Se tivermos hoje o estado do Rio de Janeiro, se tivermos hoje uma estrutura dinâmica forte, a contribuição das mulheres negras é enorme! Seja a dinâmica da produção no Brasil durante o período colonial da escravidão, parte da nossa cultura alimentar, e da nossa saúde, vem de… Nossos terapeutas, Nossos chefsMas também do ponto de vista da contribuição, do papel social que desempenhamos. Está claro como Muitas mulheres negras contribuíram ativamente para a criação do Rio de Janeiro. -Danny Montero

Então, Não há ninguém melhor que as mulheres negras Pensar, com base no projeto de Estado democrático, em soluções que superem situações difíceis e adversas, como as crises econômicas, sociais e políticas que o Rio de Janeiro enfrenta. Afinal, as mulheres negras são o motor da economia do Rio de Janeiro, o maior grupo de moradores do estado e que, em geral, constroem estratégias de sobrevivência individuais e coletivas em meio às crises. Portanto, é muito provável que os problemas históricos que ele cometeu e perpetuou sejam resolvidos Masculino, branco e cis heteronormativo Os governos e os parlamentos surgirão do trabalho parlamentar e social das mulheres negras.

READ  Análise SWOT do mercado de cera de palma, principais indicadores para 2026 | Foncepi, Carnaúba do Brasil, Pontes, Brasil Ceras, Rodolfo, etc - Universidade Rei Saud

Assista ao Mini-doc com legendas em inglês aqui.

Neste Dia da Consciência Negra Brasileira, assista: “O olhar das deputadas estaduais negras do Rio de Janeiro sobre raça, gênero e favelas” [VIDEO]
Ex-Mônica Francisco e deputado estadual Danny Montero

Sobre o autor: Felipe Bellido em ciência política e trabalhou como pesquisador na PUC-Rio e pesquisador visitante na Universidade de Illinois em Urbana-Champaign. É voluntário da Educafro, bolsista do Instituto Identidades do Brasil e membro da comunidade ForbesBLK. Atualmente é Analista na DE&I (Diversidade, Equidade e Inclusão).

Sobre o produtor e editor: Janine Miranda Mora em Nova Iguaçu e é professor de idiomas que atua com vídeo e fotografia. Também é educadora ambiental da ONG Contato.

O artigo foi traduzido por Vasti Cruz e o vídeo por Kay Alvito.


apoia RioOnWatchJornalismo local ativo, crítico e de vanguarda, organização de reuniões comunitárias on-line e apoio direto às favelas Clicando aqui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *