Fiat do Itália pede esclarecimentos à Fiat do Brasil e vai pedir desculpas a Mauricio Sousa #rumor

Boato – Depois que Minas demitiu Mauricio Sousa, a Fiat perdeu 100 milhões em vendas e os sócios italianos resolveram buscar explicações para a empresa no Brasil e pediriam desculpas ao jogador.

A questão da demissão do jogador de vôlei Mauricio Souza de Minas após a publicação de postagens consideradas anti-gays nas redes sociais continua gerando polêmica. O último alvo da história é a Fiat. Depois que os narradores de bolso organizaram um “boicote” à empresa, algumas informações sobre as “consequências” começaram a se espalhar na internet.

Alguém lembra que, em uma semana, a Fiat perdeu 100 milhões em vendas (a carta não diz se foram em riais, dólares ou mesmo em vendas). O texto indica que, por isso, a Fiat da Itália decidiu pressionar a Fiat do Brasil por causa disso. Por fim, a carta indica que a Fiat Italia vai pedir desculpas a Mauricio Sousa nos próximos dias. Leia a mensagem que circula online:

Parceiros italianos pedem explicações à Fiat de Brasil. Depois do caos causado pela Fiat Brasil ao obrigar um clube desportivo a expulsar um dos seus jogadores (Mauricio Sousa) por exprimir as suas opiniões, milhares de clientes decidiram deixar de consumir os produtos da montadora italiana … perdeu mais de 100 milhões em vendas , e isso atraiu a atenção dos sócios De todos os cantos do planeta, a selagem pode custar aos chefes dos representantes em terras tupiniquins, e foi tão feio para a FIAT que a maioria falou em repúdio à verdade.

– A Fiat não tem que se envolver em assuntos que não lhe digam respeito, somos uma empresa multinacional que produzimos em todo o mundo, e não temos o direito de penalizar ou exigir sanções na esfera externa, especialmente no que diz respeito a opiniões – disse um dos sócios em Torino, Itália. A estimativa é que a FIAT peça desculpas formalmente a Maurício Sousa nos próximos dias. Para dizer o mínimo, “Estou … está de volta na bunda”

A Fiat Italia já perdeu 100 milhões de vendas, pede esclarecimentos à Fiat do Brasil, vai pedir desculpas a Mauricio Sousa?

Seria a informação da bomba. Dizemos “será” porque há apenas um detalhe em toda a história: as informações que circulam ali são incorretas. Não há evidências de que a Fiat Italia agora esteja do lado de Mauricio Sousa.

READ  Portugal cria a maior reserva marinha da Europa

Antes de falarmos sobre os detalhes do conteúdo, é preciso destacar que não é novidade que informações desinformadas estão circulando sobre “empresas” que apóiam grupos LGBTQIA +. Já negamos, por exemplo, a falsa notícia de que a Coca-Cola e a Netflix perderam muito dinheiro com o boicote pocketnarista.

Além disso, a mensagem que circula online apresenta algumas características das notícias falsas, como ambigüidade, ansiedade, erros de português e falta de citações em fontes confiáveis. E ao pesquisar o assunto em fontes confiáveis, não encontramos nada. Na verdade, a mensagem apareceu em perfis de bolso online. Entre eles, destacam-se, por exemplo, outras desinformações persistentes, como “cartas raivosas de Cissa Guimarães à Globo” e tweets atribuídos erroneamente a Lula.

Agora vamos falar sobre as alegações da carta. O primeiro fala de uma “perda da Fiat” de “100 milhões”. As vendas não poderiam ser, pois, até o final de outubro de 2021, a Fiat vendeu, segundo esses dados, 364 mil unidades de veículos. A perda não parece ser o caso. De acordo com esses dados, a empresa encerrou outubro como a montadora que mais vendeu automóveis no país.

Depois que as informações sobre “danos” forem invertidas, vamos passar para outras informações. Não há apenas informações sobre o anúncio dos “italianos” a favor de Mauricio Sousa, mas também relatos do presidente de Minas Gerais que a pressão para a expulsão do jogador também veio da Itália.

Resumindo: A partir da fonte das “informações” e declarações que contradizem o que foi dito, podemos dizer que a informação que a Fiat na Itália contra a Fiat no Brasil e vai pedir desculpas a Mauricio Sousa é infundada. Uma mensagem nada mais é do que um conjunto de informações insustentáveis ​​que surgiram do nada.

READ  Matt Hancock acusado de "matar viagens britânicas ao exterior" ao colocar Portugal em sua lista de férias âmbar

Nota: Este artigo é uma sugestão dos leitores de Boatos.org. Se você deseja sugerir um tópico no Boatos.org, entre em contato pelo site, Facebook e WhatsApp pelo telefone (61) 99458-8494.

PS2: Confira nossa nova seção de Oportunidades clicando aqui. Na página, você pode acessar promoções, descontos e sites que oferecem brindes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *