DiCaprio e Ruffalo pedem que brasileiros se registrem para votar

RIO DE JANEIRO – Os astros de Hollywood Leonardo DiCaprio e Mark Ruffalo se juntaram a outras celebridades em um esforço de última hora para que os eleitores no Brasil se registrem antes do prazo de quarta-feira, atraindo respostas desdenhosas do presidente Jair Bolsonaro.

Nos últimos dias, os principais candidatos no Brasil e no exterior usaram sua posição e plataformas de mídia social para convidar jovens eleitores de primeira viagem no Brasil a se registrar para votar nas eleições presidenciais de outubro, que devem provocar a oposição do partido de extrema-direita Bolsonaro. O ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva, do Partido dos Trabalhadores de Esquerda.

No Brasil, o voto é obrigatório para qualquer pessoa entre 18 e 70 anos, e a não votação acarreta uma pequena multa. Aqueles 16 e 17 podem votar, mas não são obrigados e os jovens têm estado no centro das campanhas para votar em todo o país.

A autoridade eleitoral brasileira diz ter recebido um número recorde de pedidos de registro. Nas eleições presidenciais de 2018, quase 116 milhões de eleitores – dos 147 milhões registrados para fazê-lo – compareceram às urnas.

DiCaprio, um ativista ambiental, discutiu anteriormente com Bolsonaro sobre os esforços do líder brasileiro para expandir o desenvolvimento na floresta amazônica.

À medida que o prazo se aproxima, DiCaprio enviou três posts em sua conta oficial no Twitter – todos escritos em português – para incentivar a gravação.

“Crianças entre 16 e 17 anos têm potencial para ajudar a construir o futuro do Brasil” livros em umLink para um site com instruções passo a passo sobre como se registrar. Para exercer esse poder, você precisa se registrar para votar até as 23h59 de hoje.

READ  Alf Farms e BRF fazem parceria para trazer carne de granja para o Brasil

Ruffalo também usou as redes sociais, retweetando seus 8 milhões de seguidores para uma seleção de pequenos vídeos cômicos feitos por adolescentes brasileiros explicando como pontuar.

“Vamos agitar esta campanha! A democracia e o planeta vencem”, escreveu Ruffalo em 1º de maio, usando a hashtag #TiraOTituloHoje, que se traduz em #RegisterToVoteToday.

Em casa, a lendária atriz brasileira Fernanda Montenegro e cantora Anita também incentivou os jovens a votar. Esta última disse a quase 17 milhões de fãs no Twitter que discutiu longamente o assunto com DiCaprio no Met Gala desta semana em Nova York, e que o ator sabe mais sobre meio ambiente do que Bolsonaro.

“Estou tão feliz que você falou com a atriz de Hollywood, Anita, é o sonho de todo adolescente”, Bolsonaro respondeu na terça-feira no Twitter. “Falo com milhares de brasileiros todos os dias. Eles não são famosos, mas são a bússola para nossas decisões, porque ninguém defende o Brasil e sabe mais sobre ele do que seu povo.”

Bolsonaro também disparou contra DiCaprio, um oponente que ele acusou no passado, sem fornecer provas, de financiar grupos sem fins lucrativos que ele alegou serem parcialmente responsáveis ​​por incêndios na Amazônia.

“DiCaprio deve saber que a própria presidente (da OMC) disse que sem o agronegócio brasileiro o mundo passaria fome”, disse Bolsonaro a um grupo de apoiadores do lado de fora da residência presidencial em Brasília, acrescentando que o ator deveria “ficar de boca fechada”. Em vez de falar besteira.”

Bettina Saro, coordenadora de projetos da Quid, uma agência de mídia digital focada em democracia e questões sociais, disse que as campanhas deste ano para aumentar a participação dos jovens vieram em resposta a um declínio na participação nas recentes eleições brasileiras.

READ  Tom Hardy acaba de ganhar uma medalha de ouro na competição brasileira de Jiu-Jitsu

Mesmo que o voto seja obrigatório para a maioria dos brasileiros, a multa é tão pequena – em torno de 70 centavos – que um número crescente de pessoas nem se dá ao trabalho de votar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.