Criptomoeda já foi aceita por uma das principais imobiliárias do Brasil

A principal desenvolvedora imobiliária brasileira Gafisa começou a aceitar criptomoedas para vendas de imóveis.

Segundo Gafisa Backrooms, o Bitcoin é ideal para empreendimentos de incorporação imobiliária, pois elimina intermediários, prática frequente no mercado de incorporação imobiliária.

A decisão da empresa de aceitar o bitcoin foi baseada na capacidade da tecnologia de criar novos horizontes para inovação no setor financeiro, de acordo com um comunicado de imprensa.

A empresa anunciou sua aceitação da criptomoeda por meio da troca local Foxbit.

 Gafisa also accepts Cardano, Ethereum, and Solana (Capital Advisor).

Sugira leitura | Metaverse Record: A maior venda de imóveis em um terreno virtual atingiu US$ 5 milhões

Criptomoeda e imóveis: o par perfeito

Gillherme Augusto Soares Benevides, CEO da Gafisa, citou a expansão do setor de criptomoedas como um dos fatores que a empresa deve levar em conta.

“Não há como fazer negócios sem adotar a criptomoeda como meio de pagamento, porque além de oferecer ao comprador uma opção de pagamento adicional… usar a moeda promove o melhor para nossos clientes”, disse Benevides.

Devido à rápida expansão da popularidade da moeda digital no Brasil, o país se tornou um dos adotantes mais proeminentes. De acordo com uma pesquisa realizada pela Chainalysis, o país ocupa o sexto lugar em termos de valor transferido na blockchain.

Apesar do Banco Central do Brasil não reconhecer o Bitcoin como meio de pagamento, o meio de troca avançou a ponto de ser amplamente utilizado.

A participação de grandes empresas de capital aberto indica a prevalência dessa prática.

Crypto total market cap at $1.20 trillion on the daily chart | Source: TradingView.com

O crescente apetite do Brasil por criptomoedas

“Bitcoin é a criptomoeda mais valiosa por capitalização de mercado e a moeda tecnologicamente mais avançada da história”, disse Benevides. “É uma moeda que está ganhando popularidade a cada dia, expandindo assim suas aplicações.”

READ  Trabalhadores da General Motors no Brasil entram em greve para protestar contra demissões

Além do Bitcoin, a Gafisa aceita várias moedas virtuais adicionais, incluindo Cardano ($ADA), Ethereum ($ETH), XRP$ e Solana ($SOL). A empresa aceita pagamentos em um total de 16 criptomoedas diferentes.

Um em cada 130 brasileiros mora em um imóvel criado pela Gafisa, tornando a empresa uma das melhores incorporadoras do país.

Sugira leitura | Fundador da WeWork devolve US$ 70 milhões em financiamento para a Flowcarbon

Para adquirir imóveis em criptomoeda, os compradores devem fornecer documentos que indiquem sua intenção de fazê-lo. Este formulário será então devidamente verificado pela empresa antes que o comprador receba o endereço da carteira.

Os preços de fechamento do Bitcoin têm sido negativos nos últimos meses. A semana anterior viu o sétimo declínio semanal consecutivo, o mais longo da história registrada.

No entanto, apesar da atitude otimista em relação ao mercado, o mesmo encerrou a semana em estado negativo, o que gerou preocupação generalizada entre os investidores.

Featured image from Brazil Bahia Property, chart from TradingView.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *