Covid-19: Portugal Weekly Update – Portugal News

Portugal, entre 17 e 23 de maio, registou 188.970 infeções, 230 mortes ligadas à Covid-19 e um aumento das internações em dispensários e cuidados intensivos, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS).

De acordo com o boletim epidemiológico semanal da Direção-Geral da Democracia, face à semana anterior, registaram-se mais 12.699 casos de infeção, com mais 38 óbitos na comparação entre os dois períodos.

Quanto à ocupação hospitalar em Portugal Continental devido à Covid-19, a DGS começou a divulgar os dados de internamentos na segunda-feira antes de publicar o relatório na sexta-feira.

Com base nesse critério, o boletim indica que 1.842 pessoas foram internadas na última segunda-feira, um aumento de 392 pacientes em relação ao mesmo dia da semana anterior, com 99 pacientes em unidades de terapia intensiva, e outros 15 casos.

Segundo dados da Direção-Geral da Democracia, a taxa de infeção durante sete dias, na segunda-feira, atingiu 1.835 casos por 100.000 habitantes, depois de registar um crescimento de 7% face à semana anterior, enquanto o índice de transmissão (RT) para o Corona vírus SARS -CoV-2 diminuiu de 1,23 para 1,13 a nível nacional.

Por região, Lisboa e Vale do Tejo registaram 66.341 casos entre 17 e 23 de maio, mais 14.818 que no período anterior, e 56 óbitos, menos um.

A região centro foi responsável por 28.986 casos (menos 2.346) e 56 óbitos (mais dois casos) e o total de casos no norte foram 71.057 (menos 813) e 85 óbitos (mais 34).

No Alentejo registaram-se 8.758 casos positivos (mais 390) e 18 mortos (mais dois) e no Algarve registaram-se 6.548 infeções por SARS-CoV-2 (mais 550) e 10 óbitos (mais três).

Quanto às regiões autónomas, os Açores registaram entre 17 e 23 de maio 5.280 novas infeções (menos 61) e duas mortes (duas vezes menos), enquanto a Madeira registou 2.000 casos nesses sete dias (mais 161) e três mortes (o mesmo). número é o mesmo da semana anterior).

READ  Portugal: Quase nove em cada 10 casos COVID-19 são delta

De acordo com a DGS, a faixa etária dos 40-49 anos teve o maior número de casos no prazo de sete dias (33.255), seguida das pessoas entre os 50 e os 59 anos (29.691), enquanto as crianças até aos nove anos foram . O grupo que registrou o menor número de lesões (9.115) nesta semana.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.