Confederação Brasileira de Futebol nomeia sua primeira diretora mulher

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) nomeou nesta terça-feira sua primeira diretora mulher e nomeou a arquiteta Luisa Rosa para um cargo que inclui a supervisão de novos projetos de construção.

Rosa atuou nos comitês organizadores da Copa do Mundo de 2014 no Brasil e dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2016, realizados no Rio de Janeiro.

Ela também esteve envolvida em projetos arquitetônicos para a Copa do Mundo deste ano no Catar.

Rosa, de 33 anos, terá a tarefa de criar 15 centros de desenvolvimento com o dinheiro que o Brasil ganhou quando sediou a Copa do Mundo de 2014.

A globoesporte disse que também vai supervisionar a expansão da sede da Granja Comary enquanto a seleção brasileira se prepara para jogos internacionais e a Copa do Mundo.

O presidente da Confederação Brasileira de Futebol, Edenaldo Rodríguez, disse que a promoção de Rosa ao cargo de gestor de recursos seria um incentivo para outros.

“A esperança é que isso funcione como um catalisador para todos aqueles que trabalham aqui e mostre que estamos acompanhando seu trabalho e ansiosos para dar a eles mais oportunidades”, disse Rodriguez.

Sua nomeação ocorre quase um ano depois que o ex-chefe da Confederação Brasileira de Futebol foi afastado de seu cargo pelo comitê de ética da organização após alegações de que assediou sexualmente funcionárias.

Rogério Capoclo negou as acusações.

READ  O brasileiro Toledo marcou 10 pontos perfeitos para vencer pela quarta vez no Rio Pro

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.