Associação Brasileira de Fabricantes de Veículos Automotores reduz projeções de produção e vendas para 2022

São Paulo (Reuters) – A confederação da indústria automobilística do Brasil, Anfavia, reduziu nesta sexta-feira sua estimativa para a produção de automóveis em 2022 no país, com a produção mensal despencando em junho, à medida que as empresas enfrentavam problemas de fornecimento de autopeças.

A Anfavea agora espera que a produção de automóveis na maior economia da América Latina atinja 2,34 milhões de unidades este ano, abaixo da previsão de janeiro de 2,46 milhões de veículos.

A previsão para 2022 agora representa um aumento de 4,1% em relação a 2021, abaixo da estimativa de janeiro de 9,4% de aumento anual.

Segundo a Anfavea, atualmente há cinco montadoras brasileiras ociosas por falta de autopeças e componentes eletrônicos.

“É um desafio contínuo”, disse o presidente da Anfavia, Marcio de Lima Leite, em entrevista coletiva.

A Anfavea também reduziu sua previsão de vendas de carros para 2022 para 2,14 milhões de unidades, de 2,3 milhões em janeiro, com vendas anuais crescendo 1% ano a ano.

No entanto, as previsões de exportação para este ano subiram para 460.000 veículos de 390.000. Isso representaria um salto de 22,2% em relação a 2021.

Na sexta-feira, a associação informou que a produção de veículos mensalmente em junho caiu 1,1%, para 203.598 unidades, enquanto as vendas caíram 4,8%, para 178.067 veículos.

(Reportagem de Alberto Allerigi Jr.; Roteiro de Gabriel Araujo; Edição de Chris Reis)

READ  A Isro lançará um satélite brasileiro Amazon-1 e 20 satélites compartilhados de passageiros em 28 de fevereiro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.