ACNUR – ACNUR e UE lançam filme interativo em 360 graus sobre deslocamento venezuelano no Equador

O filme VR do outro lado apresenta a história de Ariana, uma jovem venezuelana que fugiu de seu país para buscar segurança no Equador. © ACNUR / Imán Transmedia

O Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados e a União Europeia lançaram hoje um filme interativo inovador em 360 graus que conta a história de uma jovem venezuelana que fugiu de seu país para buscar segurança no Equador.

Por outro lado É um filme de realidade virtual que visa criar simpatia entre o público europeu e global sobre a situação dos venezuelanos que deixaram seu país devido à insegurança, perseguição e escassez generalizada de bens e serviços básicos. Com mais de 6 milhões de refugiados e migrantes, o êxodo em massa da Venezuela é uma das maiores crises de deslocamento externo do mundo. Mais de meio milhão de venezuelanos encontraram um lar no Equador.

“Esperamos que este projeto ajude o público a entender a coragem e a resiliência que refugiados e migrantes precisam mostrar durante as perigosas jornadas em que embarcam”, disse José Samaniego, diretor do ACNUR para as Américas. “Este filme destaca a necessidade de continuar fornecendo assistência emergencial aos venezuelanos em movimento, além de investir em soluções para garantir que eles possam contribuir com suas comunidades anfitriãs.”

Alguns dos inúmeros perigos que refugiados e imigrantes enfrentam são retratados no filme através da história da protagonista, Ariana. Ela teve que deixar a Venezuela e, depois de atravessar a pé a Colômbia, agora tenta se juntar à irmã mais velha no Equador, onde espera retomar os estudos e realizar o sonho de se tornar médica. Centenas de venezuelanos como Ariana enfrentam dificuldades todos os dias durante sua jornada, enfrentando o frio e assumindo riscos como exploração e abuso.

READ  Brasil atravessa 400.000 mortes por Covid-19 com o fim das vacinas

diz Álvaro de Vicente, Chefe do Escritório Regional da Direção Geral de Ajuda Humanitária (ECHO) para a América Latina e o Caribe. “Espero que este projeto nos ajude a não esquecer a situação crítica de todos os venezuelanos em movimento. O tempo que passou desde o início da crise não ajudou a encontrar uma solução, pelo contrário, isso deve ser mostrado. “

Ao longo do filme, os espectadores ajudarão Ariana a tomar três decisões importantes que moldarão seu futuro. Este filme interativo é fictício, mas baseado em histórias reais. Escrito em parceria com dezenas de refugiados e migrantes no Equador, por outro lado, permitirá que o público caminhe uma milha em seus sapatos e enfrente as difíceis escolhas que precisam fazer diariamente.

Nota aos editores

evento de lançamento padrão

O ACNUR, em parceria com a União Europeia, tem o prazer de convidá-lo para o lançamento virtual do filme interativo em 360 graus “Do outro lado”, sobre o deslocamento venezuelano, e para o Comitê de Alto Nível sobre o Deslocamento da Venezuela em 24 de março de 2022 (1600 CET; 1000 EDT).

Os oradores do evento incluirão o Sr. Gonzalo Vargas Llosa (Representante da Comissão para os Assuntos da União Europeia), a Sra. Andrea Collemah (Directora para a África Subsariana, Ásia e América Latina e Pacífico, Directora-Geral da Comissão Europeia), e Sr. José Samanego (Diretor do Escritório Regional da Comissão para as Américas) Sra. Rosa Ortiz (atriz e venezuelana deslocada no Equador) e S.E. Charles Michel Gortes (Embaixador da União Europeia no Equador).

Para se cadastrar: pressione aqui

Assista ao trailer aqui Proibido até às 0800 CET de quinta-feira, 24 de março de 2022

Assista o filme aqui Proibido até às 0800 CET de quinta-feira, 24 de março de 2022

READ  Todos os Mortos sustentam a atual onda do cinema de aventura brasileiro

Para mais informações por favor entre em contato:

Sobre o ACNUR

O ACNUR, a Agência da ONU para Refugiados, é uma organização global dedicada a salvar vidas, proteger direitos e construir um futuro melhor para pessoas forçadas a fugir de suas casas devido a conflitos e perseguições.

O ACNUR, a Organização Internacional para as Migrações (OIM), co-lidera a Plataforma de Coordenação Regional Interinstitucional para Refugiados e Migrantes da Venezuela (R4V). Com quase 200 parceiros na América Latina e no Caribe, a plataforma R4V busca fortalecer a proteção de direitos, melhorar o acesso a serviços e ampliar as oportunidades de integração para refugiados, migrantes e comunidades anfitriãs.

Sobre a proteção civil e a ajuda humanitária na União Europeia

A União Europeia e seus Estados membros são o maior doador mundial de ajuda humanitária. A ajuda de emergência é uma expressão da solidariedade europeia para com os necessitados em todo o mundo. Tem como objetivo salvar vidas, prevenir e mitigar o sofrimento humano e preservar a segurança e a dignidade das populações afetadas por desastres naturais e crises provocadas pelo homem.

Através da Departamento de Proteção Civil e Operações de Ajuda HumanitáriaTodos os anos, a União Europeia presta assistência a milhões de vítimas de conflitos e catástrofes. Com sede em Bruxelas e uma rede global de escritórios de campo, a União Europeia presta assistência às pessoas mais vulneráveis ​​com base nas necessidades humanitárias.

Postar no facebook

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.