Ministro da Saúde do Brasil critica vacinação em passaporte

Marcelo Quiroga, Ministro da Saúde do Brasil, Criticar Requisitos para que as pessoas apresentem comprovante de vacinação antes de entrar em eventos e estabelecimentos fechados. Cidades como Rio de Janeiro e São Paulo ordenaram que lojas exigissem que os clientes tivessem “passaportes de vacinação” antes de permitir a entrada, mas mantiveram bares e restaurantes isentos da regra.

Em declarações à CNN Brasil, Quiroga disse que a medida não é razoável e “restringe a liberdade de movimento das pessoas”. Ele acrescentou que o povo brasileiro tem muita vontade de se vacinar, tornando desnecessária qualquer forma de coação. Quiroga prometeu que qualquer brasileiro que quisesse uma vacina teria recebido pelo menos uma injeção até 15 de setembro.

Prefeitos e governadores argumentam que “passaportes de vacinação” podem ajudar a evitar que pessoas não vacinadas infectem outras, apenas 30 por cento dos brasileiros foram totalmente imunizados até agora. Enquanto isso, a variante delta se tornou mais prevalente nas amostras de Covid-19 testadas no Rio de Janeiro e em São Paulo.

A Secretaria de Saúde está tentando evitar que estados e municípios sancionem suas próprias medidas contra o coronavírus. No início desta semana, o governo alertou que não poderia prometer fornecimento de vacinas para cidades e estados que se desviarem do programa nacional de vacinação e planejarem distribuir doses de reforço.

READ  Vídeo: destaques do Celebrity Guest, de Stephen A. No ESPN +

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *