Viciação de resultados: Associação Catarinense de Futebol emite memorando sobre a investigação

Viciação de resultados: Associação Catarinense de Futebol emite memorando sobre a investigação

Nos últimos meses, o futebol brasileiro tem sido alvo de uma operação promovida pelo Ministério Público de Goiás sobre casos Viciação de resultados Nas séries A e B do campeonato brasileiro do ano passado, assim como nas partidas do estadual deste ano.

Com isso, a Federação Catarinense de Futebol (FCF) emitiu ofício sobre o processo de capitulação de penalidades, classificado como “pendente”. Segundo o comunicado, a entidade “agiliza procedimentos” que combatem “irregularidades nas partidas de todos os times de futebol de Santa Catarina”.

“Certificando-se de que a manipulação de resultados ou simples ações que interferem na justiça do jogo prejudicam o valor comercial e ético do futebol, a federação simplifica procedimentos destinados a apoiar seus clubes filiados e combater sinais, por menores que sejam, de qualquer infração em as partidas de todos os times de futebol do mundo. Santa Catarina”, diz a nota.

Além disso, a federação destacou que está à disposição das autoridades e adota “sistemas eficazes de monitoramento e apuração de fatos que indiquem indícios de irregularidades”.

Declaração oficial da Federação Francesa de Futebol sobre os casos de manipulação de resultados revelados na Operação Máxima Sanção

Ciente de sua responsabilidade de liderar as ações que visam proteger a relevância do futebol, especialmente o de nosso estado, a Federação de Santa Catarina se solidariza com seus filiados, involuntariamente citados nos recentes episódios veiculados pela Operação Penalidade Máxima, comandada por Brilhantemente, pelo Ministério Público de Goiás.

Ao garantir que a viciação de resultados ou simples ações que conflitem com a justiça do jogo prejudiquem o valor comercial e ético do futebol, a federação simplifica procedimentos visando apoiar seus clubes filiados e combater os indícios de qualquer infração, por menor que seja. Em partidas de todos os setores do futebol catarinense.

Qualquer risco de manipulação de resultados ou prejuízo à integridade das disputas, ameaçando a integridade do futebol e atacando diretamente a grande maioria das pessoas que fazem deste esporte a nossa maior paixão nacional e que gera um valor econômico imensurável para a nossa sociedade.

Sabemos que a integridade no futebol está em pauta, e nossa participação é indispensável, pois prestamos apoio à população e às autoridades esportivas na missão de punir quem está ou esteve envolvido em alguma ação comprovadamente ilícita e identificar os responsáveis.

Nossa prioridade é treinar o pessoal e implementar sistemas eficazes de monitoramento e apuração de fatos que indiquem irregularidades.

Para isso, disponibilizamos às autoridades competentes a estrutura administrativa, operacional e jurídica da Associação Catarinense de Futebol, com o objetivo de ampliar a proteção de nossos clubes e eliminar esse jogo sujo que polui nosso futebol.

Balneário Camboriú, 15 de maio de 2023

Rubens, Renato Angelotti

presidente da FCF

READ  Imigrantes de classe média viajam para o México e, em seguida, cruzam a fronteira dos EUA ilegalmente

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *