Roberto Brasil tornou-se independente com um novo patrocinador para acender a chama olímpica

O piloto português do Grande Prêmio Roberto Brasil mudou-se para Independência e montou sua própria empresa nas novas instalações, EkimínioEm Barcelos, Portugal. A juntar-se a ele neste projeto está o ambicioso jovem piloto português Thiago André Ferreira.

Além disso, o jogador de 36 anos assinou com um novo patrocinador, reacendendo seu entusiasmo pelas Olimpíadas.

Transatlântico

Roberto se consolidou como jovem profissional de adestramento nos EUA, onde trabalhou como cavaleiro e treinador de 2014 a 2019.

Estreou-se em exposições internacionais em 2017 na égua Oldenburg Whoopie Gold (de Wolkentanz II x Romancier) no Intermediate Tour e expôs desde cavalo jovem até Grand Prix a nível nacional, ganhando a Medalha de Ouro USDF. A bordo do Furstin P ele alcançou 11 vitórias consecutivas em um ano com um percentual superior a 80%.

Em 2019, o Brasil regressou às raízes em Portugal e com a ajuda do juiz e treinador de adestramento Carlos Lopez, começou a montar na Fazenda Lusitano Codelaria Vila de Sagres. Esta parceria resultou em cinco anos produtivos de formação, aprendizagem e produção de jovens prospectos entusiasmantes aos mais altos níveis, bem como na acumulação de milhas em espectáculos internacionais de dressage em Portugal, Espanha e Norte da Europa.

Com Hércules d’Atela no CDI Beloura 2022
(Foto ©Carolina Duarte)

Roberto fez campanha com cavalos como o garanhão Grand Prix Hércules d'Atela (de Soberano de Vaqueja d'Atela) e também o Junior Rubi d'Ilheu (de Rubi AR x Oceano MBV). Recentemente representou Portugal com Van Sagres de 4 anos (de Vitalis x Franzescos) e Westphalian Victory Prime de 7 anos (de Veneno) no Campeonato Mundial de Cavalos Jovens de Dressage de 2023 em Ermelo (NED).

Novo capítulo

Depois de cinco anos a trabalhar na Coudelaria Vila de Sagres, o Brasil inicia um novo capítulo, embora mantenha os laços com aquela quinta.

READ  Wal-Mart vende mais de sua participação minoritária no Brasil

“Fiquei muito feliz por estar no estábulo da família Caetano. Foi o período mais produtivo da minha vida, mas agora é hora de ficar sozinho. Produzi cavalos suficientes para atingir um nível de Grand Prix no qual me sinto seguro. Faça esse movimento”, explicou Brasil. “Meu aluno Thiago André Ferreira e eu decidimos abrir um negócio juntos. Esta é uma parceria 50/50 entre nós.”

Thiago no Jumbo Diamantis

Thiago, de 18 anos, é um piloto internacional júnior que se estreou no CDI em 2022 e foi imediatamente incluído como reserva da equipa portuguesa no Campeonato da Europa de Juniores. Acumulou milhas de show nos CDI's de Abrantes, Beloura, Alter do Chão e Camarma de Esteruelas a bordo do deslumbrante Palomino Lusitano Jumbo Diamantes (da Xerife dos Diamantes).

Thiago, que é jovem de coração e apaixonado pelo esporte, sente que a carreira nos cavalos é o caminho certo para ele neste momento. Ele passará para o nível Young Riders em 2024.

“Este projeto é sobre nós”, revelou Roberto. “O Thiago tem os cavalos, tem o apoio e terá como alvo os jovens cavaleiros e até os menores de 25 anos se os cavalos estiverem prontos.”

Ekimínio

“O meu negócio vai deslocar-se completamente para norte, onde está o meu coração. É uma zona óptima, perto do aeroporto, perto da praia. E nesta zona também não há piroplasmose, que é bastante comum no resto do mundo “, acrescentou Roberto. Portugal, infelizmente, é melhor para os cavalos de lá.”

Ekimínio

Ele encontrou a base perfeita no novo estábulo de adestramento Ekiminio, com suas instalações modernas. A sua arquitectura serena funde-se com a tranquila paisagem rural e as instalações foram criadas para a prática dos melhores desportos de adestramento.

READ  Relações bilaterais fortalecidas na Expo 2020 para estimular comércio, investimentos e relações culturais de longo prazo: Brasil

“Abrimos as portas no Ekiminio na segunda-feira e já estamos lotados. Ainda só há um estande livre”, disse Roberto. “Estamos planejando fazer uma grande inauguração no outono. Estamos administrando todo o estábulo para o proprietário, a família Pimienta. Este celeiro tem tudo que precisamos: a melhor base, as baias mais seguras, está tudo lá.”

A arena coberta em Ekemenyo

Roberto continuou a montar o Hércules d'Atela da Vila de Sagres e levou os seus próprios cavalos e de outros clientes para norte, incluindo Van Sagres, Victory Prime, Junior Rubi d'Ilheu e o emocionante estreante em Grandes Prémios Manchete OC (por Totilas). O foco de seu trabalho é produzir cavalos desde o nível pônei até Grand Prix e competir em espetáculos nacionais e internacionais.

“É muito gratificante para nós iniciar um negócio com um estábulo já lotado e sem fazer nenhuma publicidade”, disse Roberto, orgulhoso. “Todo o hangar está cheio de clientes estrangeiros, por isso eles chegaram até nós e a Portugal.”

O Brasil também está animado com o fato de um novo grande investidor ter concordado em apoiá-lo nos próximos anos com novos cavalos para alimentar seu fogo olímpico.

Com Victory Prime no Campeonato Mundial YH de 2023

Fotos © Astrid Abels – Carolina Duarte – Exclusivo

Links Relacionados
Seleção de cavalos portugueses para o Campeonato Mundial de Cavalos Jovens de 2023
Villa de Sagres e Roberto Brazil unem forças para promover a raça Lusitanos Brasileira no adestramento
Hércules d'Atela e Roberto Brasil, da Vila de Sagres, avançam como vencedores da fase intermediária no CDI Las Cadenas
Hércules d'Atela da Vila de Sagres é nº 1 no Ranking Português de Tours Intermédios – Pronto para CDI Grote Brogel
Desempenho de Piaffe ganha fitas e entrega medalhas no Festival Mundial de Adestramento 2017

READ  Silo não se tornará privado, refuta o relatório

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *