Red Bull Bragantino derrota o Botafogo para sair da zona de rebaixamento – 16/11/2020

uma Red Bull Bragantino Derrotado BotafogoEle fez a virada nesta noite (16) no Estádio Nilton Santos, saindo da zona de rebaixamento no campeonato brasileiro, e a vitória por 2 a 1 veio com dois gols de Ítalo e Claudinho – em cobrança de pênalti – após a abertura de Mattios Papi. O resultado fica para o time do Alfinegro.

No resultado de hoje, o time de Bragança Paulista chegou a 23 pontos e subiu para a 15ª colocação, enquanto o Alvinegro permaneceu com 20 pontos, ficando em penúltimo lugar. Na próxima rodada, o Glorioso recebe o Fortaleza, enquanto o Bragança enfrenta o Paulista Bahia.

Filho de Ramón Díaz sem banco

O técnico argentino Ramon Diaz, que foi nomeado recentemente, está se recuperando de uma cirurgia na manhã de sábado e assumirá o time em breve. Enquanto isso, Emiliano Diaz, seu filho e assistente técnico, estava na entrada do campo para a partida desta noite.

Pressão

O Botafogo começou a partida em busca de um gol Red Bull Bragantino Ele ainda estava na defesa do adversário, o que dificultou o controle do time paulista. Porém, a equipe de Alfenegro perdeu oportunidades por não ter as melhores opções para encerrar as jogadas.

Clayton pega!

Uma das jogadas em que Glorioso arriscou mais foi na cobrança de falta do lateral-esquerdo Victor Lewis, no canto esquerdo do goleiro Clayton, que fez a defesa.

Progresso

Aos poucos, os homens de Barberry buscaram uma presença mais ofensiva e as bolas levantadas na área provaram ser uma saída para rebater para a rede, mas não tiveram sucesso.

Aproximadamente

A jogada que fez com que os torcedores do Botafogo respirassem fundo nasceu de um erro da defesa do Red Bull do Bragantino após pressão na gola. Eles recuaram feio e se aproveitaram da Honda. O meio-campista japonês foi até a linha de chegada, cruzou e as agulhas do Pisa acertaram sua posição. A bola passou perto do poste esquerdo de Clayton.

READ  Cruzeiro e Guarani jogam jogos "elétricos" e empatam no Mineirão

O objetivo de “Babigol”

Como o primeiro tempo se aproximava do final, Matthews Papi parecia mudar o placar. Com Victor Lewis levantado, o atacante avançou e cabeceou para a rede.

A resposta rápida

Na etapa seguinte, o Red Bull Bragantino conseguiu empatar. Tão rápido, ele não conseguiu alcançar a bola que atingiu Ytalo. Victor Lewis cortou e acertou o canto esquerdo da Cavalieri, fazendo tudo igual.

Oportunidade aqui e ali

A segunda parte começou um pouco quente, mas o Red Bull Bragantino tentou aquecer imediatamente. Após o passe de Claudenho, o meio-campista Raul,BascoPassei pelo Cavalieri e acertei a saída do goleiro, mas a bola saiu. Em seguida, a vez do Botafogo estava prestes a chegar ao segundo gol. Bruno Nazario aproveitou cruzamento de Pisa e deu um toque na cabeça que cobriu Clayton, mas a bola bateu na trave.

É uma bola de vôlei?

A equipa de Barberry voltou a surpreender com Artur, que aproveitou o cruzamento de Helenho e dominou e chutou forte. Cavalieri, com o título principal, conseguiu defender e mandar para a linha de chegada.

VAR chama e o árbitro reserva a decisão

A movimentação polêmica veio aos 30 minutos do segundo tempo. Após cruzamento da esquerda, a bola passa pela rendição de Cavalieri e Artur. Victor Lewis joga e evita o gol. O árbitro assistente de vídeo Rodolfo Toschi convocou Márquez para rever o movimento, indicando que ele poderia ser tocado com a mão esquerda, mas o árbitro interpreta de forma diferente e ordena que a partida continue.

Árbitro assistente de vídeo disparado e pênalti

Pouco depois, a tecnologia VAR começou a funcionar novamente. Em jogada ofensiva do time paulista, Marcelo Benevinotto chuta e a bola acerta o braço de Kano. Rudolf Tosky Marquez, desta vez, apitou na cobrança de pênalti. Mas o árbitro assistente de vídeo convocou o árbitro, que revisou a jogada e novamente manteve a decisão anterior. No grupo, Claudinho derrotou o Cavalieri sem chance de se defender.

READ  Negro foi espancado até a morte em supermercado do Grupo Carrefour em Porto Alegre | Rio Grande do Sul

Tudo ou nada

Enquanto o Botafogo tentava reduzir a cada meia em busca do empate para deixar Nilton Santos com pelo menos um ponto, a equipe do Red Bull Bragantino fechou e defendeu o máximo que pôde para garantir a vitória. Kalou teve uma boa chance, mas Clayton salvou.

Além disso, os jogadores do Botafogo reclamaram de pênalti na tentativa que Clayton compartilhou com Kalou, mas nada foi marcado.

Ficha de dados
Botafogo 1 × 2 Red Bull Bergantino

Concorrência: Campeonato Brasileiro
Adoçado: Nilton Santos, Rio de Janeiro (RJ)
Tempo: 20h (horário de Brasília)
Regra: Rodolfo Tosky Marquez (Relações Públicas)
AjudantesGilherme Dias Camilo (MG) e Ivan Carlos Boone (PR)
Onde: Elmo Alves Resende Cunha (GO)
Objetivos: Matthews Pape, do Botafogo, 43 minutos do primeiro tempo. Ytalo, do Red Bull Bragantino, 45 minutos do primeiro tempo; Claudinho do Red Bull Bragantino, 40 minutos do segundo tempo
Cartões amarelos: Coelho, Leo Ortiz e Helenho (RDB)

Botafogo: Diego Cavalieri, Kevin, Marcelo Benevinotto, Kano e Victor Luis; José Willison, Caillou Alexander (Pedro Raoul), Honda e Yepresa (Davy Araujo); Bruno Nazario (Rowan) e Matthews Papi (Kalou). Técnico: Emiliano Diaz (interino)

Red Bull Bragantino: Clayton, Adleran, Leo Ortiz, Liger e Weavers (Luan Candido); Ricardo Reiler (Mateus Jesus), Raoul & Coelho (Helenho); Artur, Ytalo (Craigor) e Chloudenho (Fabricio Bruno). Treinador: Mauricio Barbieri

Written By

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *