Programa E-REDES de Portugal investe em iniciativas de distribuição a nível municipal

Programa E-REDES de Portugal investe em iniciativas de distribuição a nível municipal

Imagem cortesia da E-REDES

O operador de rede português E-REDES anunciou dois investimentos no valor de 350.000€ e 150.000€ para melhorar a qualidade da distribuição de energia nos municípios de Braga e Vila Verde, respetivamente.

O primeiro investimento de 350.000 euros (cerca de 379.000 dólares) será direcionado para a modernização da rede aérea de média tensão para promover uma rede mais eficiente do ponto de vista ambiental.

Para o efeito, a E-REDES desmantelou 250 metros de linhas aéreas de média tensão e instalou um novo ponto de desconexão, que permitirá a futura disponibilidade de energia e o desmantelamento de mais linhas aéreas de média tensão na Diocese de Noguero.

Na União das Freguesias de Este (São Pedro e São Mamede) foram também desmantelados 650 metros de catenária dupla.

Na freguesia de Parada de Tebas, a E-REDES está também a construir um novo posto transformador de 250 kVA, que já se encontra em funcionamento.

Estas obras são realizadas em estreita colaboração com a Câmara Municipal de Braga e enquadram-se na política da E-REDES de melhoria da qualidade do serviço e da eficiência energética, resultante do compromisso assumido com o município.

Você leu:
A empresa polaca Enea garantiu a modernização da distribuição e um empréstimo do BEI para contadores inteligentes
Um operador de distribuição do Reino Unido está testando tecnologia drone para inspeção de falhas

Subestações transformadoras Villa Verde

O segundo investimento, no valor de 150 mil euros (cerca de 163 mil dólares), irá melhorar a qualidade do serviço no concelho de Villa Verde.

Através deste investimento, a E-REDES instalou três novas subestações transformadoras nas freguesias de Freres, Cabanillas e Torres.

READ  Dez empresas canadenses vão para o Brasil-Canadá 3.0

A obra irá melhorar a qualidade do serviço na região, dotar a rede de maior capacidade e flexibilidade e garantir a disponibilidade de energia para responder às novas procuras de electricidade nas zonas em causa.

A infraestrutura foi inaugurada no dia 29 de janeiro na presença de Julia Fernández, Prefeita de Villa Verde, Patricio Araujo, Vereador da Câmara Municipal de Villa Verde, e Francisco Campillo, Miguel Pinto e Joaquim Cerqueira, representantes da E-REDES. Imagem cortesia da E-REDES.

Especificamente, a infraestrutura, que já está em operação, tem capacidade combinada de 360 ​​kVA e ramais de média tensão de 500 metros de comprimento.

Além disso, foi reforçada a rede de baixa tensão da região com uma extensão aproximada de 1.300 metros, o que incluiu a instalação/substituição de 18 suportes de baixa tensão, conduzindo a uma melhor gestão da rede, refere a E-REDES em comunicado.

Segundo a entidade, a obra foi realizada em estreita colaboração com a Câmara Municipal de Villa Verde, enquadrando-se na política da E-REDES de melhoria da qualidade do serviço e da eficiência energética, resultante do compromisso da empresa com o município.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *