Plataforma lança primeiro IPO individual do Brasil

Um investidor brasileiro abre capital por meio de um IPO

Há cerca de um mês, Joga Stoko, investidor brasileiro e cofundador das empresas de capital de risco DOMO Invest e Futurum Capital, estreou sua primeira oferta pública individual em uma plataforma experimental chamada Genezys.

Status de jogo. A plataforma é uma joint venture entre a startup de mesmo nome e a Legacy Inc., investidora do Grupo Fictor, que vagamente se autodenomina uma “empresa de inovação” focada em “mercados de alto acesso, como tecnologia, esportes… educação”. “, mas na verdade é a ponte que liga a nova plataforma às celebridades, já que trabalha principalmente com a indústria do entretenimento.

  • Embora Stokoe, que também faz parte do conselho de administração da Genezys, tenha sido escolhido para o lançamento oficial, a plataforma foi criada para atingir influenciadores digitais, músicos, atletas e celebridades em geral.
  • O lançamento do Sr. Stokoe surgiu de uma nova percepção de que profissionais renomados também poderiam atrair pessoas e empresas interessadas em investir e ao lado de executivos com históricos de desempenho excepcionais.

Como funciona. As ofertas da plataforma seguem as regras e limites do Regulamento de Crowdfunding da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e não podem ultrapassar R$ 10 milhões. A Genezys possui licença CVM para atuar no mercado de crowdfunding.

  • Essas ofertas são baseadas nas expectativas de renda atuais ou futuras do indivíduo…
Fabian Zeola Menezes

Fabian, ex-editor-chefe do LABS (Latin American Business Stories), tem mais de 15 anos de experiência em reportagens sobre negócios, finanças, inovação e cidades no Brasil. Este último recentemente a trouxe de volta à sala de aula e fez com que ela fizesse mestrado em Gestão Urbana pela PUCPR. Na TBR, você monitora a política econômica, as empresas revolucionárias e as pessoas que impulsionam a inovação na América Latina.

READ  Os Emirados Árabes Unidos e o Brasil firmam uma parceria para melhorar a cooperação econômica

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *