O líder esportivo brasileiro quer que todos os jogos do campeonato sejam interrompidos em meio às enchentes

O Ministro do Esporte do Brasil, André Vuvoca, pediu à Confederação Brasileira de Futebol que suspenda temporariamente todas as atividades futebolísticas após o desastre natural sem precedentes que atingiu a cidade do Rio Grande do Sul.

Pelo menos 85 pessoas morreram, 372 ficaram feridas, 131 ainda estão desaparecidas e mais de 159 mil pessoas foram deslocadas das suas casas na sequência de chuvas torrenciais que provocaram inundações generalizadas no sul do estado na semana passada. De acordo com dados do governo local.

A Confederação Brasileira suspendeu jogos envolvendo times gaúchos e os times da primeira divisão Grêmio, Internacional e Juventude foram afetados.

Vuvouka acredita que isto não é suficiente e que todas as competições nacionais de futebol, incluindo o futebol masculino e feminino, deveriam ser temporariamente interrompidas.

“Dado o trágico cenário geral e as terríveis consequências causadas pelas enchentes sobre os moradores do Rio Grande do Sul, apelaremos à Confederação Brasileira de Futebol pela suspensão temporária dos campeonatos brasileiros de futebol masculino e feminino”, disse Vuvoka à ESPN Brasil.

E acrescentou: “Isso deve parar. É uma perda humanitária e esportiva. Uma pausa de duas semanas seria razoável. Enviaremos uma mensagem na sexta-feira à Confederação Brasileira para nos colocarmos à disposição para o diálogo e encontrarmos um caminho comum”.

READ  Notícias esportivas | Portugal regressa com Martinez como treinador e Ronaldo no plantel

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *