O Brasil relatou 85.149 novos casos de Covid-19 e 2.216 mortes nas últimas 24 horas

Na sexta-feira, o Ministério da Saúde do Brasil anunciou mais 2.216 mortes por COVID-19 e 85.149 novas infecções nas últimas 24 horas.

O ministério disse que o número de mortes em todo o país atingiu 484.235 enquanto o número nacional de casos de COVID-19 subiu para 17.296.118.

A maior parte do país está registrando mais de 80% das unidades de terapia intensiva (UTI) hospitalares ocupadas por pacientes do COVID-19, de acordo com um boletim publicado por Oswaldo Cruz, um centro de pesquisa médica estatal no Brasil.

Alguns estados, incluindo Mato Grosso do Sul e Paraná, têm mais de 95% de ocupação em unidades de terapia intensiva, sobrecarregando seus sistemas de saúde.

A atual taxa de mortalidade diária de COVID-19 no Brasil é de 1913, de acordo com um relatório diário do National Board of Health Trusts.

Cerca de 23,5 milhões de pessoas, ou 11,11 por cento da população, receberam as duas vacinas, enquanto 52,7 milhões, ou 24,9 por cento, receberam a primeira vacina.

O Brasil tem o segundo maior número de mortes por COVID-19 no mundo, depois dos Estados Unidos, e o terceiro maior número de casos, depois dos Estados Unidos e da Índia.

(O título e a imagem deste relatório podem ter sido retrabalhados apenas pela equipe do Business Standard; o restante do conteúdo é gerado automaticamente a partir de um feed compartilhado.)

Caro leitor,

A Business Standard sempre se esforçou para fornecer as informações e comentários mais recentes sobre os desenvolvimentos que são importantes para você e que têm implicações políticas e econômicas mais amplas para o país e o mundo. Seu incentivo e feedback contínuos sobre como podemos melhorar nossas ofertas tornaram nossa determinação e compromisso com esses ideais ainda mais fortes. Mesmo durante esses tempos desafiadores trazidos pela Covid-19, continuamos nosso compromisso em mantê-lo atualizado com notícias confiáveis, opiniões oficiais e comentários perspicazes sobre questões relevantes.
No entanto, temos um pedido.

READ  O Lula brasileiro está certo na política mundial e errado nas opiniões da Ucrânia

Enquanto lutamos contra o impacto econômico da pandemia, precisamos ainda mais do seu apoio, para que possamos continuar a trazer a você mais conteúdo de qualidade. Nosso formulário de inscrição teve uma resposta encorajadora de muitos de vocês, que se inscreveram em nosso conteúdo online. Inscrever-se ainda mais em nosso conteúdo online só pode nos ajudar a atingir nossos objetivos de fornecer a você um conteúdo melhor e mais relevante. Acreditamos no jornalismo livre, justo e confiável. Seu apoio com mais assinaturas pode nos ajudar a praticar o jornalismo com o qual nos comprometemos.

Suporte à imprensa de qualidade e Assine o Business Standard.

editor digital

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *