MODEC está fornecendo feed para o projeto FPSO Gato do Mato da Shell no Brasil






Publicado antes
tecnologia de campos petrolíferos,

A MODEC anunciou que garantiu com sucesso a engenharia e projeto front-end (FEED) de um sistema flutuante de produção, armazenamento e transferência (FPSO) para a Shell do Brasil Ltda (Shell) no projeto Gato do Mato, na costa do Brasil.

O FPSO Gato do Mato ficará ancorado em lâmina d'água de aproximadamente 2.000 metros, a aproximadamente 250 quilômetros da costa do Brasil. A MODEC será responsável pelo projeto do casco e de todas as instalações de topo relacionadas ao FPSO, que deverá ser atracado por um sistema SOFEC Spread Mooring. O petróleo estável produzido será armazenado em tanques FPSO e o petróleo será descarregado em navios-tanque para ir ao mercado.

A MODEC já entregou 16 navios FPSO ao Brasil e tem mais dois atualmente em construção. O FPSO Gato do Mato será a segunda unidade entregue diretamente à Shell pela MODEC para operação no Brasil.

O presidente e CEO da MODEC, Hirohiko Miyata, expressou seu entusiasmo em garantir o projeto FEED. “A MODEC tem orgulho de trabalhar no 19º FPSO para o Brasil e no segundo da Shell no Brasil. Essa conquista sinaliza o forte relacionamento entre as duas empresas que já se estende por mais de 20 anos. Estamos entusiasmados em conduzir este estudo FEED para a Shell.”



Este artigo foi marcado em:



Notícias no exterior



Notícias de perfuração



Notícias do Brasil upstream



Notícias sobre petróleo e gás


READ  Principal partido da oposição de Portugal promete redução de impostos com a aproximação das eleições


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *