Ministro das Finanças do Brasil diz que Brasil está propondo garantias em yuans para suas exportações para a Argentina

JOANESBURGO (Reuters) – O Brasil apresentou à Argentina uma proposta destinada a garantir garantias em yuans chineses para as exportações brasileiras ao país vizinho, disse o ministro da Fazenda brasileiro, Fernando Haddad, em uma iniciativa envolvendo o estatal Banco do Brasil (BBAS3.SA). Quarta-feira.

Segundo a proposta, o Banco do Brasil supervisionará a conversão do yuan em real brasileiro, com base nas garantias prestadas, disse Haddad em conferência de imprensa em Joanesburgo, à margem da cimeira dos BRICS.

A Argentina, o terceiro maior parceiro comercial do Brasil, atravessa uma crise económica caracterizada por uma inflação elevada e pela diminuição das reservas do banco central. As garantias do yuan chinês dariam segurança às empresas brasileiras em relação às suas receitas de vendas em meio à escassez de dólares na Argentina.

Haddad disse que o Tesouro do Brasil vê a ideia de forma positiva, dada a ausência de risco de inadimplência, e o Brasil agora aguarda a resposta da Argentina.

Haddad acrescentou que a medida, se aprovada pela Argentina, seria positiva para as empresas brasileiras porque “elas conseguem algum fluxo de vendas de seus produtos com 100% de garantia”.

Haddad, que falava um dia depois de o Congresso do Brasil ter aprovado novas regras fiscais, disse que o seu país deveria melhorar o ambiente macroeconómico o mais rapidamente possível, acrescentando que o governo deveria agora definir o ritmo para equilibrar o orçamento.

Haddad disse que novas regras fiscais, medidas de aumento de receitas e mudanças fiscais que ainda precisam de aprovação do Senado deverão levar a uma taxa mais elevada de crescimento económico no Brasil.

(Reportagem de Rachel Savage). Texto de Marcella Ayres. Edição de Will Dunham

READ  Modelo de negócios flexível é o que diferencia o Brasil, diz CEO da WeWor...

Nossos padrões: Princípios de confiança da Thomson Reuters.

Obtenha direitos de licenciamentoabre uma nova aba

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *