Messi sai em protesto e jogo Brasil x Argentina foi adiado devido a brigas de torcedores nas arquibancadas | notícias de futebol

Houve um atraso de 30 minutos no início das eliminatórias do Brasil e da Argentina para a Copa do Mundo devido a confrontos entre torcedores rivais no Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro. A tão esperada partida entre as duas superpotências do futebol sul-americano estava marcada para começar às 6h (horário de Brasília), mas foi adiada após distúrbios nas arquibancadas.

A seleção argentina, comandada por Messi, saiu após o início dos confrontos nas arquibancadas do Maracanã (@brfootball/X)

Os jogadores brasileiros e argentinos fizeram fila durante a execução de seus respectivos hinos nacionais quando as câmeras se voltaram para as arquibancadas, onde um grupo de torcedores brasileiros e argentinos foi visto trocando socos. Os jogadores de futebol em campo pareceram extremamente chocados com as imagens perturbadoras.

Hindustan Times – Sua fonte mais rápida de notícias de última hora! Leia agora.

As cenas começaram a ficar mais feias quando a polícia agiu para reprimir a agitação da multidão e recorreu a acusações de lathi. A polícia local foi vista espancando torcedores argentinos com cassetetes em uma das extremidades do estádio. Isto claramente não agradou à seleção argentina de Lionel Messi.

Hindustan Times – Sua fonte mais rápida de notícias de última hora! Leia agora.

Messi foi visto apontando para a luta e conversando com os árbitros da partida antes de decidir deixar o campo com os demais companheiros.

Messi parecia dizer ao sair de campo com os companheiros: “Não vamos jogar, vamos sair”.

Os jogadores argentinos retornaram a campo em breve e a partida começou às 6h30 (IST).

Muitos argentinos acreditam que a busca pelo último título mundial de seu país começou, na verdade, há mais de dois anos, no Maracanã.

Foi aqui que Angel Di Maria e Lionel Messi ajudaram a encerrar uma seqüência de 28 anos sem troféus, com uma vitória por 1 a 0 sobre o Brasil na final da Copa América.

Ambas as equipes jogarão após derrotas na rodada anterior das eliminatórias. Os locais perderam por 2 a 1 para a Colômbia e os campeões do mundo perderam por 2 a 0 em casa para o Uruguai.

A Argentina lidera as eliminatórias sul-americanas com 10 seleções, com 12 pontos em cinco partidas. O Uruguai ocupa o segundo lugar com 10 pontos. A Colômbia tem nove e a Venezuela oito. Receberá o Brasil, campeão da Copa do Mundo, que está na quinta colocação com sete pontos.

Equador, Paraguai e Chile têm cinco pontos cada. A Bolívia tem três e o Peru tem um.

A Copa do Mundo de 2026 nos Estados Unidos, México e Canadá terá 48 seleções, o que significa entrada direta para as seis melhores seleções da América do Sul. O sétimo colocado pode garantir uma vaga no play-off intercontinental.

(Com contribuição da agência)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *