Canadense cobra 16.000 euros por um imigrante português

Por TPN / Lusa, em Mundo, Boas Notícias · 15-02-2021 17:30:00 · 0 Comentários

Um cidadão canadense já arrecadou mais de $ 25.000 (16.000 euros) para ajudar uma portuguesa de setenta anos que trabalha numa lanchonete há quase cinco décadas.

Emília, nome que deu à Lusa, por questões de privacidade, chegou ao Canadá por volta de 1970 com apenas 20 anos. Cinco anos depois, ela começou a trabalhar na rede de fast food KFC e continua a fazê-lo, apesar da pandemia de COVID-19.

Um cliente regular, Jason Schweitzer, 39, decidiu criar uma campanha de arrecadação de fundos através do site “gofundme” aos 70 anos. Nomeado “Emilia atende a comunidade desde 1975

“Uma das últimas vezes que fui lá, uma das clientes não foi muito simpática e vi como ela lidava com toda a situação. Com toda a sua simpatia, dedicação e anos que conseguiu manter o emprego, ela mereceu reconhecimento, e naquela noite, ela decidiu criar a campanha, disse Jason.

A meta inicial era chegar a US $ 2.000 (1.300 euros), mas a resposta da comunidade foi inspiradora e foi decidido “continuar a campanha por mais uma semana”.

O dinheiro arrecadado, que continua a aumentar quase a cada hora, vai ajudar nas despesas diárias de Emília, como transporte público e saúde.

Atualmente, Emília continua trabalhando cinco dias por semana no restaurante.

Al-Kindi refere ainda que a sua relação com a Europa, mais especificamente com Portugal, começou há cerca de 10 anos, fazendo parte de uma comunidade de músicos e atletas, tendo tido a oportunidade de visitar “belos países com cidadãos ilustres, corajosos e orgulhosos”.

“Portugal é um lugar lindo, tem excelentes atletas. Sou canadense com muito orgulho e também estou feliz que Portugal também tenha hóquei no gelo, que é um esporte com muitas tradições na América do Norte”, finalizou Jason.

READ  Como completar os gols dos jogadores da Sinkgraven League no FIFA 21 Ultimate Team

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *