Marcino, do Botafogo, é suspeito de colisão com carro e morte de pessoa | sapatos longos

O jogador do Botafogo Marcio Almeida de Oliveira, o Marcinho, foi indicado pela polícia por suspeita de atropelamento de um casal no Recreo na noite desta quarta-feira (30). A informação foi divulgada pela Época e confirmada Dar.

Os professores Maria Cristina José Soares e Alexandre Silva de Lima passavam pela Avenida Sernambetiba, no número 17.170, quando foram atropelados por um Mini Cooper. O motorista fugiu sem ajuda. O homem morreu no local e a mulher ficou gravemente ferida.

Marcinho, volta do Botafogo – Foto: Vitor Silva / Botafogo

Segundo o policial Alain Luxardo, da 42 DP (Recreio), que assumiu a investigação do caso, o carro foi encontrado abandonado e a polícia já fez uma investigação sobre o carro. Marcinho ainda não foi encontrado para prestar esclarecimentos.

Estamos investigando a informação de que ele (Marcinho) está dirigindo ou não. Espero que ele tenha ouvido isso hoje. No início ele era o motorista, não havia testemunhas – explicou o deputado, que relatou que o carro foi levado para a garagem do pai de Marcinho após a investigação.

Solicitado por Dar, Os assessores do Botafogo e do Marcinho ainda não se colocaram no caso. O contrato de Marcinho com o Rio termina quinta-feira, 31 de dezembro. Ele não deveria permanecer na equipe.

READ  As cinco edições que movimentarão o mercado na segunda-feira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *