Lula brasileiro reagenda viagem à China e se encontra com Xi em 14 de abril em Pequim

BRASÍLIA (Reuters) – O gabinete do presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva disse que ele se encontrará com o presidente chinês, Xi Jinping, em 14 de abril em Pequim, remarcando uma visita que foi adiada na semana passada depois que Lula foi diagnosticado com pneumonia leve. .

Lula embarca para a China no dia 11 de abril e pretende manter a agenda original, que inclui a assinatura de cerca de 20 acordos com o maior parceiro comercial do Brasil.

A viagem visa estreitar as relações com a China agora que Lula está de volta ao cargo e buscar novos investimentos chineses no país latino-americano. Acontecerá dois meses depois que Lula se encontrou com o presidente dos EUA, Joe Biden, na Casa Branca, enquanto Brasília busca uma política externa pragmática que equilibre as relações com seus maiores parceiros comerciais, apesar das crescentes tensões entre os dois.

Uma visita a Xangai, marcando a posse da ex-presidente brasileira Dilma Rousseff como CEO do Novo Banco de Desenvolvimento, em 13 de abril, foi confirmada, informou seu gabinete.

O gabinete presidencial de Lula informou que ainda será uma visita de Estado, com encontros com Xi, o primeiro-ministro chinês, Li Qiang, e um evento no Congresso Nacional do Povo.

(Reportagem de Lisandra Paraguaso) Edição de Frances Kerry e Josie Kao

Nossos padrões: Princípios de confiança da Thomson Reuters.

READ  Ryanair mantém tarifas apesar do aumento do custo do combustível

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *