Huck encontra Morrow e intensifica as negociações para 2022

Enquanto as eleições de 2022 não estão chegando, o apresentador de TV Luciano Huck está se movendo para a esquerda e para a direita em busca de uma expressão para uma indicação presidencial final. Nos últimos meses, Huck se reuniu com o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), políticos, pesquisadores e representantes empresariais. A última reunião foi realizada com o ex-ministro da Justiça e ex-juiz da Lava Gato, Sergio Moro, e foi discretamente vista pelos assessores e demissões do projeto Hack eleitoral.

O grupo que acompanha o locutor vê Morrow como um nome ainda intimamente relacionado à direita. Embora ele tenha se separado do presidente Jair Bolsonaro, sua recente gestão no governo federal poderia remover o personagem centrista que os apoiadores de Hack gostariam de dar a uma candidatura em potencial. O encontro entre os dois, ocorrido no dia 30, no apartamento do Moro, em Curitiba, foi divulgado ontem pelo jornal Folha DS Paulo. O Estadão confirmou que almoçaram juntos.

O Presidente da Cidadania, ex-deputado Roberto Freire, que já havia aberto as portas do partido para o Gancho e atraído as lideranças dos movimentos de renovação, de Estadaw Quem já sabia que Huck iria encontrar Moro. Ele defendeu o diálogo apesar das divergências políticas entre ele e o ex-juiz e disse que a prioridade para 2022 deve ser lutar contra Bolsonaro.

“(Uma união final entre Huck e Moro) é problemática? Claro, mas (o debate) precisa começar agora para dar às pessoas tempo para se convencerem de que é importante se juntar à oposição democrática contra a Polsonaria. Veja o que os Estados Unidos fizeram. Não vejo uma convergência entre meu partido e Moro, mas eu Prefiro o Lavagatista ao Bolsonaro: se uma pessoa deseja se fundir, não podemos dispensá-la por causa das empresas com as quais estava trabalhando.

Nem todos os políticos que entraram em contato com Hook pensam assim. Flavio Dino, que também é um defensor de uma frente democrática para combater o humanismo em 2022, disse que Huck “abre pontes” ao se aproximar de Morrow. Há uma rejeição profunda de Moreau na política e no mundo jurídico. Ele é visto como um personagem extremo e mau. Quem se junta a ela quebra pontes e deixa de ser um aglutinador.

Neste domingo, 8, antes de comentar o encontro entre Huck e Morrow, Dino postou no Twitter uma crítica ao ex-ministro por gravar um vídeo em defesa do Capitão Wagner (PROS), candidato à prefeitura de Fortaleza, acusado pelo governador Camilo Santana (PT) por incentivar seus distúrbios Polícia em fevereiro. Morrow está gravando uma fita de vídeo de um líder extremista do motim. Ele escreveu que sua tentativa de se redescobrir como uma referência para o “centro” começou muito mal. ” Wagner nega encorajar o motim e diz que agiu para encerrar o hiato.

O governador do Maranhão é um dos principais interlocutores de Huck na esquerda, já apontado como possível vice-campeão do tenente-coronel e defendeu publicamente a reaproximação entre o presidente global e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que é seu aliado.

renovação

O encontro entre Huck e Moro também teve um impacto negativo entre membros de movimentos de renovação política, como RenovaBR e Agora! , Patrocinado por Huck. Esses grupos tentam manter um caráter apartidário, recebem membros de todo o espectro político e acreditam que a associação de Moro com a direita pode impedir a disseminação dessa ciência. Em nota, o RenovaBR, que tem um hack no conselho consultivo, disse que as “questões políticas especiais” do apresentador “não importavam nem afetavam o trabalho” do grupo.

Wanted, Morrow e Hack não responderam até que esta edição acabou.

Em setembro, o Estadão mostrou que, durante a pandemia, Huck intensificou as conversas com os políticos visados ​​em 2022. Em evento na Associação Comercial de São Paulo, no dia 22 daquele mês, foi perguntado se tinha “coragem” de ser candidato à presidência. Ele respondeu: “Estou aqui.” A declaração contrastou com os comentários anteriores em que o apresentador evitou objetivamente indicar se pretendia ser candidato.

O apresentador falou com várias correntes políticas, mas evitou ser assertivo sobre seu futuro político. Os aliados de Hack temem que, uma vez que a pré-corrida se torne oficial e passe a ser uma abreviatura, o apresentador perca espaço na televisão e entre grupos comunitários que não desejam ingressar em um determinado grupo político.

Informações do jornal Estado de São Paulo.

Veja também

+ MasterChef: Fogaça compara prato a comida de cachorro

Sandero deixa o Volkswagen Polo GTS para trás em comparação

+ Veja os carros mais vendidos de outubro

+ Uma baleia jubarte quase engole duas mulheres em um caiaque; Assistindo video

+ Saiba mais sobre Phloeodes Diabolicus “o besouro indestrutível”

O pudim japonês não contém leite condensado. Aprenda a fazer

+ A ajuda de emergência foi negada? Siga 3 etapas para competir no Dataprev

Caixa substitui pausas no financiamento imobiliário com desconto de até 50%

+ 10 sinais de que seu parceiro não ama você (como você o ama)

Arrotar muito pode ser um problema de saúde?

O tubarão foi pego em MA com os restos mortais do filhote desaparecidos no estômago

+ Cinema, Sexo e a Cidade

+ Arte e Algoritmo: Genealogia

+ Radicalmente vivo

+ Descubra uma oficina de cobre de 6.500 anos no deserto de Israel

READ  Mike expulsou e ampliou a lista de faltas no Brasil
Written By
More from Arzu

Vampita diz que Seni aprendeu a se envolver com “superestrelas” e esperar sucesso

Vampita foi o último convidado do programa “Tino Marcos Ochoa” e, durante...
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *