Fortes chuvas causam inundações e queda de árvores em libras sírias nesta terça-feira | São paulo

Fortes chuvas causaram enchentes e queda de árvores na cidade de São Polona na noite de terça-feira (1). Moradores da região oeste relataram fortes tempestades de granizo, relâmpagos e trovões.

Segundo o corpo de bombeiros, uma árvore caiu em um carro na rua Doctor, Thurso Martins, em Villa Mariana. As vítimas ficaram presas nos dispositivos, mas não havia informações sobre seu estado de saúde.

A equipe da TV Globo passava pela avenida 23 de Maio quando avistaram um motociclista preso nos arbustos de outra árvore caída. Ele parecia não estar gravemente ferido.

Um motoqueiro preso nos arbustos de uma árvore caída na rua 23 de Mayo nesta terça-feira (01) em São Paulo. Foto: William Santos / TV Globo

O Centro de Gestão de Emergências da Cidade (CGE) emitiu um estado de interesse em enchentes nas seguintes áreas:

  • Região Leste às 14h10
  • Região Sudeste às 14h10
  • Região Norte às 13h40
  • Zona Oeste às 13h40
  • O centro é às 13h40
  • Marginal Tete 13h40
  • Marginal Pinheiros, 13h40

Por volta das 15h, dois pontos de inundação foram registrados na cidade:

  • Aceitável: Na Av. Inajar de Souza, na Rua Antônio Ribeiro de Morais
  • Aceitável: Na Av. das Nações Unidas, na Av. JK

Segundo a CGE, áreas de instabilidade passaram a operar com forte intensidade na região Norte, nos bairros de Peretuba, Garagua, Jacana, Trembe e Perus. A mesma imagem é observada na Lapa, na região oeste.

As próximas horas continuam com clima instável com possibilidade de chuva com possibilidade de ventos, raios e inundações.

A semana segue com previsão de fortes chuvas na Grande São Paulo

Trovoada na segunda-feira

O aeroporto de Congonhas, na região sul da capital, ficou fechado para pousos e decolagens por 34 minutos devido ao temporal.

Queda de árvore em veículo na Rua Barão de Duprat, Centro SP

Queda de árvore em veículo na Rua Barão de Duprat, Centro SP

Na rua Barão de Duprat, na região centro de São Paulo, ventos fortes e chuva fizeram uma árvore cair sobre um carro estacionado, danificando outro carro próximo. Outro registro de queda de árvore foi na avenida japakwara, na região sul, quando parte dos galhos da árvore fechou completamente o caminho no meio da tarde.

A chuva atingiu também um supermercado do bairro Santa Cecília, na região centro da cidade, além de fortes chuvas na região de Piniros, na região oeste.

A Comissão de Peritos Governamentais registrou 16 pontos de inundação na capital, 7 dos quais intransitáveis.

As autoridades recomendam o seguinte:

  • Evite dirigir em ruas inundadas;
  • Se a chuva causar inundações, não encontre correntes;
  • Fique em um local seguro e procure ajuda se precisar;
  • Fique longe da rede elétrica e não pare sob as árvores.
  • Abrigo em casas e edifícios;
  • Planejar viagens, para que haja menos chances de engarrafamentos causados ​​por ruas congestionadas;
  • Em caso de dúvida sobre estradas fechadas, entre em contato com a central de atendimento da Traffic Engineering Corporation (CET) no número 156 ou no site da CET.

Previsão para os próximos dias

De acordo com a CGE, a semana deve ocorrer com tempestades caindo sobre o estado de São Paulo, que inclui a capital e região metropolitana. Esta condição aumenta a possibilidade de encostas em encostas em áreas de risco.

Na quarta-feira (2), o cenário de clima não mudou. Amanhecer com céu nublado e termômetros em torno de 20 ° C, o que cria uma sensação de asfixia. A partir da tarde, voltam as condições para novas tempestades. Espera-se chuva forte, acompanhada de tempestades, raios e, eventualmente, ventos e granizo. A temperatura máxima é de 28 ° C e a umidade mínima permanece acima de 47%.

A quinta (3) segue o mesmo padrão dos dias anteriores. O amanhecer ainda é quente com termômetros em torno de 20 ° C e o amanhecer com o nascer do sol entre muitas nuvens. A temperatura máxima sobe ligeiramente ao longo do dia e se aproxima dos 30 ° C, enquanto a umidade do ar varia entre 40% e 90%. As chuvas entre a tarde e a noite voltam com intensidade moderada a severa, aumentando o risco de novas inundações e deslizamentos de terra devido ao solo úmido.

Vídeos: Veja mais sobre SP e a região metropolitana

READ  Como serão os encontros em uma vida pós-quarentena?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *