Filipao considera o desempenho do Cruzeiro o pior da liderança, mas levanta vontade e disciplina para mais uma vitória | Viagem marítima

Felipão ainda não sabe o que vai perder neste segundo cruzeiro. A vítima da vez foi o Botafogo, que foi derrotado pelo time mineiro por 1 a 0, em Ribeirão Preto, na sexta-feira. O treinador não ficou impressionado com o desempenho do Cruzeiro, mas ficou satisfeito com a disciplina dos jogadores.

Para o treinador, o desempenho dentro do São Paulo foi o pior no Cruzeiro sob seu comando – que também venceu Oberario e Paraná, além de empate com o Náutico. Mas Scolari disse que o espírito de luta, neste momento, é mais importante do que o bom futebol, porque a equipe precisava “respirar” na mesa.

“Entre as partidas que disputamos, acho que a partida que disputamos hoje foi a pior que disputamos, tecnicamente, já que muitas coisas não deram certo, mas o espírito, a vontade e a disciplina tática nos deram os três pontos.”

– Hoje é muito mais importante para nós marcar três pontos do que jogar o futebol que queremos, porque estamos por baixo, então precisamos de pontos e resultados, e assim continuaremos, até chegarmos a um determinado número de pontos para termos mais conforto.

Felipão conquista mais um título pelo Cruzeiro – Foto: Gustavo Alexo / Cruzeiro

O treinador disse que pretende muito melhorar o nível de jogo apresentado, mas indicou que o momento é pedir à comissão para agir, o que dá mais confiança à equipa para que possa crescer tecnicamente.

– Nós, como disse antes, jogamos em um torneio onde estamos na baixa e precisamos de pontos, precisamos jogar melhor, mas em certas situações, não podemos cobrar mais do grupo, temos que dar mais confiança, conseguir resultados, talvez depois disso , Para melhorar o aspecto técnico.

É hora de esquecer a série C?

O Cruzeiro não perde há seis jogos (quatro com Filipão), e a vitória desta noite significa que a equipa teve a oportunidade de terminar a 20ª jornada mesmo na décima terceira posição, dependendo de outros resultados. É o suficiente para esquecer a luta espinhosa? Do ponto de vista de Filipao, ainda não.

Como disse após a partida contra o Paraná, o treinador destacou, em Ribeirão Preto, a tarefa de chegar aos 45 pontos e depois, quem sabe, querer chegar.

Não estamos pensando em chegar lá, porque estamos lá embaixo. Temos que jogar para somar os pontos necessários, por enquanto, para não cairmos na terceira divisão. Se o público não gosta que eu diga, não funciona. Vou continuar fazendo isso até chegarmos a pelo menos 44 ou 45 pontos. Então posso pensar em qualquer coisa.

“Mas, até os 44 ou 45 anos, eu não acho, não estou sonhando, não estou discutindo com ninguém, e ganho 44 ou 45 todos os dias.”

Jogadores do Cruzeiro comemoram gol da vitória sobre o Botafogo – Foto: Gustavo Alexo / Cruzeiro

Mesmo com a vitória sobre o Botafogo, o Cruzeiro somou 23 pontos, apenas três do Náutico, que abriu o Z-4. A diferença pode ser menor, pois o Figueirense ainda é jogado e pode chegar a 21 pontos. A diferença para o G-4, que falta fazer, é de oito pontos, mas também pode aumentar.

READ  Vampita diz que Seni aprendeu a se envolver com "superestrelas" e esperar sucesso
Written By
More from Arzu

Mike expulsou e ampliou a lista de faltas no Brasil

Desfigurada pelo surto Covi-19 em sua equipe, W. Palmeiras Entrei em campo...
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *