Fase final do Open Banking começa no Brasil

A fase final do Open Banking Initiative do Brasil começa hoje (15), de acordo com os cronogramas anunciados pelo banco central do país.

A quarta fase do projeto prevê a integração de serviços além das ofertas bancárias básicas oferecidas na segunda fase, como saldos de contas e outros serviços relacionados a transações financeiras.

Esta última fase da Iniciativa de Open Banking do Brasil sinaliza uma mudança para o financiamento aberto. Isso ocorre quando toda a pegada financeira de indivíduos com dados como hipotecas, poupanças, pensões, seguros e crédito pode ser desbloqueada para APIs de terceiros confiáveis ​​com base no consentimento do consumidor.

Produtos de investimento, seguros, câmbio e outros serviços financeiros foram adicionados na última fase do projeto. Isso será introduzido gradualmente: na primeira fase da Fase IV, as organizações passarão por um processo de certificação de APIs relacionadas aos produtos a serem compartilhados, para demonstrar que sua tecnologia atende aos requisitos do banco central.

Após a conclusão da fase de aprovação, cada produto introduzido na fase 4, como ofertas de seguros, deverá ser registrado no API Directory dos participantes do Open Finance até 4 de março de 2022. Produtos de pagamento, câmbio e investimento deverão ser concluídos o processo de registro no final daquele mês.

A segunda fase da Fase 4 terá início em 31 de maio de 2022. Nesse momento, o financiamento aberto estará visível para os consumidores, pois será possível consentir o compartilhamento de dados entre as organizações participantes dos serviços disponíveis por meio do formulário.

READ  Descubra o novo palácio da realidade e uma salinha inédita e descolada da "perrengue"; olhe as fotos!

Os últimos desenvolvimentos do open banking/financiamento aberto no Brasil surgem após a introdução da terceira fase em outubro, que possibilitou a introdução de novos ambientes de pagamentos e, consequentemente, novas dinâmicas para as operações de crédito.

Essa fase estava originalmente prevista para começar em agosto, mas foi adiada devido à necessidade de ajustes nas especificações técnicas. De acordo com os cronogramas revisados, o novo modelo será lançado no Brasil até setembro de 2022, em vez do final de 2021, conforme planejado inicialmente.

O Banco Central aprovou o Projeto Open Banking Brasileiro no início de 2019 como parte de uma agenda mais ampla de modernização do sistema financeiro do país. Na época, o plano era que o projeto começasse no segundo semestre de 2020, um cronograma atrasado devido à pandemia do COVID-19. A implementação começou em fevereiro de 2021.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.